terça-feira, 21 de junho de 2022

Lista | Manteigas Vegetais para Cabelo | Umectação Capilar: como Fazer?

Compartilhe:
manteigas vegetais para cabelo - umectação capilar como fazer

Manteigas Vegetais Capilares - Como escolher sua Manteiga Vegetal para Cabelo




O uso de manteigas vegetais para cabelo não é novidade.

Esse tipo de tratamento capilar é feito há séculos e não é à toa que continuamos  estudando manteigas vegetais, propriedades e formas de utilização destes presentes da natureza.

Mas, você sabe quando pode usar manteigas vegetais para o cabelo?

Sabe por que uma manteiga vegetal faz tão bem para o seu cabelo?

Consegue identificar se manteiga de karité pura é melhor para o cabelo do que a manteiga de cacau?

Existe diferença entre o tipo de tratamento capilar oferecido pela manteiga de amendoim, pela manteiga de tucumã e pela manteiga de murumuru?

E umectação capilar? Como fazer com manteiga de manga ou manteiga de cupuaçu - por exemplo?

Hoje, vamos falar de cada um destes aspectos, seguindo uma linha que vai desde a diferença entre óleos e manteigas vegetais até chegarmos em uma lista de manteigas vegetais capilares.

Para ficar ainda mais desenhadinho o nosso percurso de estudo das manteigas vegetais (propriedades, lista e modos de usar), confira nosso itinerário de hoje:

  1. Diferença entre óleos e manteigas vegetais
  2. Que tipo de Tratamento Capilar é feito com manteiga vegetal?
  3. Manteigas Vegetais - Propriedades Cientificamente Testadas
  4. Lista de Manteigas Vegetais para o Cabelo
  5. Umectação Capilar: Como Fazer com Manteigas Vegetais para o Cabelo
  6. Posso fazer outro tipo de tratamento capilar com manteiga vegetal?
Gostou do roteiro? Então aperta o cinto que vamos olhar, com calma, para cada um desse pontos.


Diferença entre óleos e manteigas vegetais


Ainda como parte da nossa introdução, é importante entender o que diferencia um óleo vegetal de uma manteiga vegetal.

Você já parou para pensar por que algumas gorduras vegetais são chamadas de óleos e outras de manteigas vegetais?

Por exemplo, falamos óleo de semente de uva, óleo de soja, óleo de girassol...

Mas, por outro lado, é comum usarmos as expressões manteiga de ucuuba, manteiga de abacate e manteiga de bacuri - não é mesmo?

No final das contas, o ponto levado em consideração para classificar uma manteiga vegetal é o estado físico da substância em temperatura ambiente.

Os óleos são aquelas gorduras que permanecem líquidas em temperatura ambiente e tem ponto de liquefação abaixo de 20°C.

Quando falamos de manteigas vegetais, propriedades como o ponto de liquefação ficam acima de 20°C e abaixo de 40°C.

O que isso significa, na prática?

Isso quer dizer que, no dia-a-dia, óleos vegetais ficam em estado líquido durante o clima ameno.

Já as manteigas vegetais (para cabelo ou alimentação) ficam solidificadas.

É por isso que a manteiga de karité pura é durinha e a manteiga de cacau pode servir como base sólida para um hidratante, entendeu?

Basicamente, é essa a diferença entre os óleos e as manteigas vegetais.



Manteigas Vegetais - Propriedades Cientificamente Testadas


tipo de tratamento capilar - manteigas vegetais para o cabelo

Quando usamos manteigas vegetais para o cabelo, que tipo de efeito podemos esperar?

Para falar sobre as propriedades das manteigas vegetais e o tipo de tratamento capilar que elas oferecem, vamos recorrer a estudos a respeito da penetrabilidade de óleos nos cabelos.

O assunto fica um pouquinho técnico aqui (porque recorreremos a artigos científicos para explicar algumas questões), mas tentaremos usar uma linguagem bem acessível e exemplos que ajudem na compreensão.

Nossos cabelos são compostos de um material morto e, justamente por isso, não conseguem se recuperar sem ajuda externa.

Todo dano capilar é permanente, os tratamentos que usamos para recuperação dos fios são como "band aids" que ajudam bastante, mas são sempre temporários, o que exige manutenção constante de tratamento.

Uma das possibilidades de "remendo" que possuímos são certos óleos e manteigas vegetais (não todos) que oferecem um tipo de tratamento capilar específico.

A parte "oleosa" dos óleos e manteigas vegetais é chamada de "ácido graxo", e essas substâncias podem ser divididas em três grupos.

  • ácidos graxos saturados
  • ácidos graxos monoinsaturados
  • ácidos graxos poli-insaturados

Ácidos graxos saturados são lineares e, por conta disso, os cabelos têm (aparentemente) uma maior facilidade de absorção dessas estruturas.⁷

Já os ácidos graxos monoinsaturados têm uma curva na sua estrutura, o que parece dificultar um pouco a absorção dessas gorduras, mas não impede que ela aconteça.⁷,⁸,⁹

No caso dos ácidos graxos poli-insaturados, que têm estruturas com várias curvas e torções, a absorção não é possível, na sua maioria.⁷,⁸,⁹

Em resumo, óleos ricos em ácidos graxos saturados e/ou monoinsaturados podem ser absorvidos pelo cabelo⁷,⁸,⁹ e óleos ricos em ácidos graxos poli-insaturados formam um fino filme do lado de fora dos fios.¹⁰

Que tipo de Tratamento Capilar é feito com manteiga vegetal?


manteigas vegetais propriedades (manteiga de karité, cacau, amendoim, tucumã, murumuru, manga, cupuaçu, ucuuba, abacate e bacuri)

Aqui entra uma generalização interessante, que pode nos ajudar.

Lembra que falamos que manteigas vegetais ficam durinhas, muitas vezes, em ambientes frescos ou frios?

Esse fenômeno costuma estar associado com a quantidade de ácidos graxos saturados presentes na composição daquele óleo.

Quanto maior a carga de ácidos graxos saturados, maior a probabilidade de que a gordura endureça em clima frio, ou seja maior a chance dela ser considerada uma manteiga vegetal.

Como óleos ricos em ácidos graxos saturados são capazes de penetrar na fibra do cabelo, podemos afirmar que manteigas vegetais fazem parte o tipo de tratamento capilar conhecido como nutrição.

Usam-se manteigas vegetais para cabelo ressecado, espigado, áspero... fios que necessitam de reposição de lipídios.

Elas ajudam a melhorar a elasticidade e maciez do cabelo, além de funcionarem como estratégia preventiva de quebra e danos à cutícula.

Lista de Manteigas Vegetais para o Cabelo



Tabela I:
Manteigas Vegetais para Cabelo
http://www.cabeleiraempe.com.br
Manteiga vegetal Ácidos Graxos
% Saturados (A) % Mono-insaturados (B) Soma (A+B) % Poli-insaturados Fonte
Manteiga de abacate 22 62,7 84,7 15,25 1
Manteiga de amendoim 18,65 41,69 60,34 39,63 2
Manteiga de bacuri 70,2 29,8 100 0 3
Manteiga de cacau 60,5 37 97,5 2,5 4
Manteiga de cupuaçu 53,9 43,7 97,6 1,7 3
Manteiga de karité pura 46,2 45 91,2 8,8 5
Dendê (Óleo de Palma) 49,45 39,66 89,11 10,83 6
Manteiga de manga 52 44 96 4 3
Manteiga de murumuru 85,2 12,6 97,8 2,9 3
Manteiga de tucumã (semente) 84,3 12,6 96,9 3,1 3
Manteiga de ucuuba 100 0 100 0 3



Umectação Capilar: Como Fazer com Manteigas Vegetais para o Cabelo


Agora que você já conhece algumas manteigas vegetais para cabelo, deve estar se perguntando como usá-las na sua rotina de cuidados capilares.

Uma forma simples de utilização de manteiga vegetal para cabelo é através da umectação capilar. Como fazer com essas manteigas que, muitas vezes, tem textura mais firme?

Que tal a gente fazer um passo-a-passo rapidinho?

lista manteigas vegetais para cabelo - manteiga de karité, cacau, amendoim, tucumã, murumuru, manga, cupuaçu, ucuuba, abacate e bacuri
  1. Derreta a manteiga vegetal: a manteiga de karité pura, por exemplo, pode precisar de um banho-maria para ficar líquida. Já a manteiga de cacau e a manteiga de murumuru podem derreter se você colocar o vidro contra a sua pele quentinha, ou esquentar um pedacinho dela esfregando uma mão na outra.
  2. Aplique no couro cabeludo e cabelo: Com cuidado, e sem exagerar, espalhe as manteigas vegetais, propriedades específicas podem ser pesquisadas para você beneficiar ainda mais os fios e couro cabeludo com esse tipo de tratamento.
  3. Deixe descansar por algumas horas: Muitas pessoas aplicam antes de dormir esse tipo de umectação capilar. "Como fazer durante o dia?", você pode estar se perguntando, basta fazer um penteado (uma trança, ou um coque...) ninguém vai notar
  4. Depois dessas horas de pausa é só lavar com shampoo ou com um método chamado U.C.P.E

Não é difícil aplicar a umectação capilar. Como fazer para higienizá-la direitinho é que pode ter seus segredinhos, por isso confira o texto do quadradinho abaixo.


Posso fazer outro tipo de tratamento capilar com manteiga vegetal?


Manteigas vegetais capilares são ingredientes muito versáteis.

Elas podem ser usadas de forma muito criativa e não apenas em um tipo de tratamento capilar como a umectação.

Você pode derreter um pouquinho da manteiga vegetal e misturar na sua máscara de tratamento preferida para fazer uma supernutrição.

Você pode esquentar ela nas mãos e espalhar no comprimento e pontas, como um tratamento pré shampoo.

A gente espera que essa lista de manteigas vegetais para cabelo sejam apenas o início da sua jornada em busca de tratamentos mais nutritivos para os seus fios.

Inclusive, se liga no presente que a gente tem pra te dar, abaixo.



Tabela de Cronograma Capilar: o que é e como baixar de graça?


manteiga vegetal para cabelo - manteigas vegetais capilares

Agora que você já sabe como usar manteigas vegetais para o cabelo e o tipo de tratamento capilar que elas oferecem está na hora de botar a mão na massa e aprender a olhar para outros ingredientes das máscaras de tratamento que você já tem em casa ou quer comprar.

Sabemos que decorar quais ingredientes fazem que tipo de tratamento capilar pode ser difícil.

Pensando na dificuldade de identificar os ingredientes de hidratação, nutrição e reconstrução capilar, nossa equipe desenvolveu uma tabela simples e objetiva para ajudar no seu cronograma capilar caseiro.

Nela, você encontra uma área para distribuir as etapas ao longo do mês, mas isso qualquer tabelinha da internet faz.

A parte mais bacana é que na tabela do Cabeleira em Pé você encontra 3 listas de ingredientes para identificar o tipo de tratamento capilar dos ativos: hidratação, nutrição e reconstrução capilar.

Para fazer o download dessa tabela para organizar seus cremes de tratamento, é só clicar no botão abaixo, preencher seu e-mail e o seu nome, clicar em enviar.

Depois é só seguir as instruções para baixar a tabela gratuitamente.


Você pode imprimir para preencher ela da forma que fizer mais sentido para você, ou manter ela no seu computador ou celular para consultar os ingredientes, sempre que precisar.

Desse jeito você monta o seu cronograma capilar em casa identificando o tipo de tratamento capilar baseado nos ingredientes das fórmulas de hidratação, nutrição, reconstrução, hidronutrição, hidroreconstrução e hidronutrireconstrução.


Gostou do presente? Compartilhe esse post com outras pessoas que estão em busca de descobrir como fazer cronograma capilar sem sair de casa!

Banner CC

__________

Referências



¹ Massafera, G., Maria, T., Costa, B., Dutra, J. E., & Oliveira, D. (2010). Composição de Ácidos Graxos dos Óleos do Mesocarpo e da Semente de Cultivares de Abacate (Persea Americana, Mill.) da Região de Ribeirão Preto, SP. 21(2), 325–331.
² Fonseca, Η., & Gutierrez, L. Ε. (1974). COMPOSIÇÃO EM ÁCIDOS GRAXOS DE ÓLEOS VEGETAIS Ε GORDURAS ANIMAIS*. Anais Da E. S. A., 31.
³ Morais, L. R. B., & Gutjahr, E. (2012). Química de Oleaginosas - Valorização da Biodiversidade Amazônica (Ed. do Autor (ed.)).
⁴ Naik, Bindu & Kumar, Dr. Vijay. (2014). Cocoa butter and its alternatives: A review. J. Biores. Eng. Technol.. 1. 7-17. 
⁵ Thoistrup, T., Marckmann, P., Jespersen, J., & Sandstrom, B. (1994). Fat high in stearic acid favorably affects blood lipids and factor VII coagulant activity in comparison with fats high in palmitic acid or high in myristic and lauric acids13. The American Journal of Clinical Nutrition., 59, 371–377.
⁶ Zambiazi, R. C., Przybylski, R., Zambiazi, M. W., & Mendonça, C. B. (2007). Fatty Acid Composition of Oils and Fats. Boletim Do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, 25(1). 
⁷ Davis-Sivasothy, A. (2011). The science of black hair : a comprehensive guide to textured hair care.
⁸ S. B. Ruetsch & cols. (2001). Secondary ion mass spectrometric investigation of penetration of coconut and mineral oils into human hair fibers: Relevance to hair damag. Journal of Cosmetic Science v. 52 n. 3 pp.169-184.
⁹ Keis, K., Persaud, D., Kamat, Y. K., & Rele, A. S. (2005). Investigation of penetration abilities of various oils into human hair fibers. 56(5), 291.
¹⁰ Keiss, K., Huemmer, C. L., & Kamath, Y. K. (2007). Effect of oil films on moisture vapor absorption on human hair. Journal of Cosmetic Science, 58(2), 135.