quinta-feira, 28 de abril de 2016

O enxágue com vinagre precisa ser com vinagre de maçã?

Compartilhe:
Garrafas compridas com líquidos amarelo e rosado

Vinagre nos cabelos: maçã, vinho, uva, branco, álcool, arroz...


O uso do vinagre nos cabelos remonta ao império romano.6 O tempo passou e continuamos extrapolando esse líquido azedo dos nossos pratos para outros espaços das nossas vidas.

No final deste post também temos um convite para você, que já percebeu que seu cabelo está fraco, danificado ou ressecado. Estamos falando da Operação Resgate seu Cabelo, um evento gratuito, ao vivo para você aprender como socorrer seu cabelo.

É comum em fóruns e comunidades sobre as técnicas de No Poo e Low Poo, se deparar com perguntas a respeito do condicionamento com vinagre. A resposta varia de acordo com quem a dá.

Cada um aconselha uma porcentagem diferente de diluição do vinagre em água e que a mistura seja distribuída sobre os fios já lavados.

Alguns sugerem um tempo de pausa, outros não.

Alguns dizem ser essencial o enxágue, outros afirmam o contrário.

Há aqueles ainda, que afirmam que só funciona se o vinagre for orgânico, outros que por experiência dão testemunho dos milagres do vinagre de supermercado.

Uma coisa entretanto é quase unanimidade nestes grupos: O vinagre tem que ser de maçã!



Será que o vinagre tem que ser de maçã mesmo?


Essa colocação foi importada de sites estrangeiros, em especial os americanos, e talvez essa seja o principal motivo da unanimidade de indicação do vinagre de maçã. Em terras estadunidenses os vinagres mais populares são o de álcool e o de maçã.

O vinagre de álcool é produzido a partir do etanol diluído em água, e por esse motivo não é rico em nada a não ser ácido acético (microrganismos oxidam o álcool transformando-o nessa substância que confere ao vinagre o sabor azedinho).

Um vinagre de maçã de boa qualidade, entretanto, tem, além do ácido acético um poquinho de vitaminas, pectina e sais minerais¹ - por se tratar de um vinagre feito a partir de uma bebida alcoólica de fruta (a Sidra).

Os vinagres de vinho tinto, vinho branco e arroz também possuem vitaminas e minerais, justamente porque suas fontes também são naturais.

Aparentemente, a indicação de vinagre de maçã se dá por motivos culturais norte-americanos. Já aqui em nossas terras, sendo o vinagre natural mais popular o de uva/vinho, não há motivos para uma ditadura do vinagre de maçã.


Está gostando deste texto? Curta nossa página no Facebook e não perca nenhuma atualização do Cabeleira em Pé:



Todo o vinagre tem um pouquinho de álcool


Algumas pessoas afirmam que somente o vinagre de maça é indicado pois ele não possui álcool na sua composição, o que não é verdade. Por determinação da EMBRAPA todo o vinagre deve ter um pouco de álcool.

Se não fosse assim, as bactérias responsáveis pela transformação do álcool em ácido acético consumiriam o próprio vinagre. A legislação brasileira estabelece em no máximo um por cento o teor alcoólico para o vinagre.


Outras informações


Há estudos do uso de vinagres não-gastronômicos como o ácido pirolenhoso (chamado de vinagre de madeira - usado na agricultura orgânica), no combate à queda de cabelos². O uso desta substância não é seguro (se feito em casa) pois nestes experimentos foram necessárias diversas etapas de purificação. Este ácido, quando in natura, contém substâncias perigosas que precisam ser isoladas do vinagre em si. #ficaadica

Outra possibilidade do vinagre é o amaciamento  da água dura para  evitar resíduos indesejáveis no cabelo. Indica-se também o uso de qualquer vinagre, sem especificação de nenhum tipo³.

Nenhuma das informações dadas no livro de cuidados para pele e cabelos da Associação Americana de Medicina (AMA) sugere o vinagre de maçã especificamente, usa-se sempre o termo vinagre.4

Outras fontes5 americanas indicam tanto o vinagre quanto o limão para enxágue dos cabelo.


Mas por que usa-se o vinagre, afinal?


A principal função do enxágue com vinagre é a acidificação dos fios (já que o pH do líquido gira em torno de 2,2 a 3,5). O pH da mistura de água e um pouquinho de vinagre é ácido o suficiente para selar a cutícula do fio, garantindo brilho podendo até manter a hidratação por mais tempo.

A leitura dos textos abaixo pode ajudar você a entender porque o enxágue com vinagre faz bem para os cabelos, clique:


Para isso não é necessário o uso exclusivo do vinagre de maçã. Qualquer vinagre funcionará, até o de álcool.

Entretanto, ao eleger o vinagre do seu coração, lembre-se de outras vantagens que poderão ser adicionadas ao seu enxágue se o vinagre contiver outras vitaminas e minerais.

Por isso, se possível, opte por vinagres de qualidade provenientes de frutas ou outras fontes naturais. Mas se isso não for possível, até o vinagre de álcool fará o serviço de "fechar" as escamas da cutícula dos seus cabelos.

Cabelos... o que diriam se pudessem bater um papo com você?


Você já parou para pensar no que o seu cabelo diria para você se pudesse falar?

A verdade é que os cabelos, apesar de não falarem, podem tentar mandar mensagens para você de outras formas.

Cabelos fracos, ressecados e danificados estão pedindo ajuda, e um pedido de socorro do seu cabelo não pode ser ignorado.

Não negue a ajuda que seus fios estão pedindo!

Inscreva-se gratuitamente na Operação Resgate seu Cabelo, um evento de três dias, com aulas ao vivo, onde a Diana, da Liga das Crespas e Cacheadas vai te ensinar como socorrer seu cabelo.



Se você percebeu que seu cabelo está danificado, já deu o primeiro passo, porque está ouvindo o grito de socorro dos seus fios.

Mas o que você vai fazer agora que sabe que seu cabelo está pedindo ajuda? A verdade é que só você pode salvar o seu cabelo!

Para aprender como, inscreva-se na Operação Resgate seu Cabelo, assista às aulas e não esqueça de colocar em prática tudo que você vai aprender nestes três encontros.

Te vemos lá!






 __________
¹ Kalyani Barve & Apurva Dighe. (2016). The Chemistry and Applications of Sustainable Natural Hair Products. Springer
² Young-Ho Cho; Ju-Yeon Lee; Jong-Hwa Lee; Jae-Su Cho; Gye-Won Lee. (2009). Evaluation of Stability in the Purified Wood Vinegar and Its Hair Growth Effect. Journal of life Science v. 19 ed. 10.
³ Erich Keller. (1999). Aromatherapy Handbook for Beauty, Hair, and Skin Care. Inner Traditions / Bear & Co.
4American Medical Association Book of Skin and Hair Care, Schoen, L A, Ed., J.B. Lippencott Co., New York, 1976
5 Michael P. Vogel. (1994). Alternatives to hazardous and hard-to-dispose-of household products. Solid Waste Management Montana State University.
6 Oliveira, Ricardo A. G. De et al. (2014). A química e toxicidade dos corantes de cabelo. Química Nova. Sociedade Brasileira de Química, v. 37, n. 6, p. 1037-1046.