quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Lançamentos Pele Sem Petrolatos 2016 - Parte 1

Compartilhe:
Dedo passando produto sem petrolato e sem silicone na pele

Muitas pessoas que seguem as rotinas Low Poo (evitando o uso de sulfatos e petrolatos nos cabelos) e No Poo (evitando - além dos sulfatos e petrolatos - todos os tipos de shampoo e silicones insolúveis) acabam estendendo estes cuidados para a pele.


Como já temos uma área de lançamentos para os cabelos, vamos (com uma frequência bastante menor), disponibilizar também alguns lançamentos para pele.

Eles serão sempre sem petrolatos, às vezes sem silicones e sem sulfatos.

Nas imagens sempre haverá legendas a respeito das substâncias que não estão presentes.

Vamos começar?

Veja nos links abaixo outras edições de lançamentos para pele sem petrolatos:

Manteiga Corporal Hidratante Noz Pecã e Karité Todo dia - Natura


Neste link tem a Resenha completa da Manteiga Corporal Hidratante Noz Pecã e Karité Todo dia da Natura.

Manteiga Corporal Hidratante Noz Pecã e Karité Todo dia - Natura Low Poo


Composição Manteiga Corporal Hidratante Noz Pecã e Karité Todo dia - Natura (Sem Petrolatos)


Manteiga Corporal Hidratante Noz Pecã e Karité Todo dia - Natura:   Aqua, Glycerin, Stearyl Alcohol, Caprylic/capric Triglyceride, Butyrospermum Parkii Butter, Distearyldimonium Chloride, Vitis Vinifera Seed Oil, Sorbitol, Glyceryl Distearate, Glyceryl Stearate, Parfum, Dimethicone, Elaeis Guineensis Oil, Phenoxyethanol, Dmdm Hydantoin, Tristearin, Hydroxyethylcellulose, Polyglyceryl-3 Caprylate, Disodium Edta, Bht, Mauritia Flexuosa Fruit Oil, Euterpe Oleracea Fruit Oil, Isopropyl Alcohol, Sodium Acetate, Cellulose, Ci 15510, Tbhq, Ci 19140, Ci 17200, Sodium Chloride, Citric Acid, Ci 42090, Tocopherol, Bha, Sodium Sulfate, Butylphenyl Methylpropional, Benzyl Salicylate, Limonene, Linalool, Alpha-isomethyl Ionone, Coumarin, Citronellol, Citral.

Liberados da Natura? Confira TODAS as opções liberadas para Low Poo e No Poo da linha Natura Plant neste link. Clique para conferir!

Protetor Solar Facial Iogurte Grego - Korres


Além de proteger o rosto dos raios solares (disponível com fatores de proteção 30 e 50), este lançamento da Korres (marca Grega encontrada em alguns shoppings e vendida por catálogo por algumas representantes Avon), promete hidratar e acalmar a pele. Contém antioxidantes e mais de um quarto de sua composição é natural ou derivada de fontes naturais.

Protetor Solar Facial Iogurte Grego - Korres No Poo


Composição Protetor Solar Facial Iogurte Grego - Korres (Sem Petrolatos e Silicones)


Protetor Solar Facial Iogurte Grego FPS 30 - Korres: Aqua, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Dibutyl Adipate, Octocrylene, Bis-ethylhexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine, C12-15 Alkyl Benzoate, Butyl Methoxydibenzoylmethane, Glycerin, Distarch Phosphate, Alcohol, Glyceryl Stearate Citrate, Polyglyceryl-3 Stearate, Hydrogenated Lecithin, Phenoxyethanol, Cetearyl Alcohol, Polyacrylate Crosspolymer-6, Tocopheryl Acetate, Caprylyl Glycol, Fragrance/parfum, Panthenol, Lactic Acid, Polygonum Aviculare Extract, Lonicera Caprifolium Flower Extract, Tocopherol, Tetrasodium Glutamate Diacetate, Aloe Barbadensis Leaf Juice, Yogurt Powder, Lonicera Japonica Flower Extract, Helianthus Annuus Seed Oil, Potassium Sorbate, Sodium Benzoate, Sodium Carboxymethyl Beta- Glucan.

Protetor Solar Facial Iogurte Grego FPS 50 - Korres: Aqua, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Octocrylene, Diethylamino Hydroxybenzoyl Hexyl Benzoate, Ethylhexyl Salicylate, Alcohol, Potassium Cetyl Phosphate, Isoamyl Laurate, Polyglyceryl-3 Caprylate, Cetearyl Alcohol, Glyceryl Stearate, Peg-100 Stearate, Caprylyl Glycol, Bis-ethylhexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine, Isononyl Isononanoate, VP/Eicosene Copolymer, Silica, Caprylic/Capric Triglyceride, CI 77891, Phenoxyethanol, Simmondsia Chinensis Seed Oil, Tocopheryl Acetate, Cetearyl Glucoside, Fragrance/ Parfum, Panthenol, Xanthan Gum, Polyhydroxystearic Acid, Alumina, Aluminum Stearate, Glycerin, Glyceryl Caprylate, Phenylpropanol, Yogurt Powder, Tetrasodium Glutamate Diacetate, Lecithin, Ascorbyl Palmitate, Tocopherol, Helianthus Annuus Seed Oil, Aloe Barbadensis Leaf Juice, Sodium Carboxymethyl Beta-Glucan.


Máscara Facial White Argil (Argila Branca) - Korres


Das 3 máscaras faciais lançadas pela Korres, apenas a de argila não possui derivados de petróleo proibidos para No Poo e Low Poo. Com mais de 60% de ativos naturais (ou derivados naturais), a máscara é indicada para remoção de impurezas dos poros e indicada para peles oleosas.

Máscara Facial White Argil (Argila Branca) - Korres No Poo


Composição Máscara Facial Argila Branca - Korres (Sem Pretrolatos e Silicones)


Máscara Facial Argila Branca (White Argil) - Korres: Aqua, Kaolin, C12-20 Acid PEG-8 Ester, Magnesium Aluminum Silicate, Glycerin, Isodecylsalicylate, Isodecyllaurate, CI77891, Benzyl Alcohol, Simmondsia Chinensis Seed Oil, Capryloyl Glycine, Fragrance/Parfum, Zinc PCA, Hexylene Glycol, Xanthan Gum, Illite, Sodium Dehydroacetate, Allantoin, Sarcosine, Dehydroacetic Acid, Cinnamomum Zeylanicum Bark Extract, Epilobium Angustifolium Flower/Leaf/Stem Extract, Sodium Phytate, Lactic Acid; Salvia Officinalis Leaf Extract; Alcohol.

Está gostando deste texto? Curta nossa página no Facebook e não perca nenhuma atualização do Cabeleira em Pé:

Protetor Solar Todo Dia - Sundown


A novidade da Johnson & Johnson é o protetor solar Sundown - Todo Dia, como o nome sugere é um produto para uso diário, formulado para ser usado tanto no rosto quanto na pele. A textura ficou mais leve e a fragrância também foi suavizada, podendo ser usado pela família toda. Os produtos tem FPS30 ou FPS50 e vêm em 2 tamanhos - 130ml e 220ml.

Protetor Solar Todo Dia - Sundown Low Poo


Composição Protetor Solar Todo Dia - Sundown


Composição Protetor Solar Todo Dia - Sundown  (FPS 30 e 50): Aqua, Octocrylene, C12-15 Alkyl Benzoate, Ethylhexyl Salicylate, Butyl Methoxydibenzoylmethane, Dimethicone, Bis-Ethylhexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine, Isopropyl isostearate, Butylene Glycol, Sorbitan Isostearate, Triacontanyl PVP, Potassium Cetyl Phosphate, Benzyl Alcohol, Phenoxyethanol, Tribehenin, Aluminum Starch Octenylsuccinate, Parfum (Dimethylbenzyl Cabinyl Acetate), Acrylates/ C10-30 Alkyl Acrylate Crosspolymer, Chlorphenesin, Caprylyl Methicone, Disodium EDTA, Trisiloxane, Tocopheryl Acetate, Pentaerythrityl Tetra-di-t-butyl Hydroxyhydrocinnamate, Sodium Hydroxide, Propylene Glycol, Chamomilla Recutita Matricaria Flower Extract.

Proteção Solar? Confira aqui uma lista com 15 protetores faciais sem 'petrolatos'.



Quer receber as atualizações do Cabeleira em Pé por e-mail? Preencha o campo abaixo e não esqueça de confirmar a inscrição clicando no link enviado para o seu endereço eletrônico (verifique também a sua caixa de spam).


terça-feira, 27 de setembro de 2016

No Poo de Farmácia e Supermercado: Hidratação pt. 1

Compartilhe:

O carrinho de compra que sempre usamos para ilustrar listas de produtos liberados para No Poo e que são vendidos em farmácia e / ou supermercado.

Produtos de Farmácia e Supermercado liberados para No Poo (Sem Shampoo)


Sabemos da necessidade de se buscar alternativas acessíveis de produtos liberados para as técnicas No Poo e Low Poo.

Quando escolhemos o termo acessíveis pensamos na dupla-função desta expressão: estamos falando tanto da facilidade de encontrá-los, bem como o preço mais em conta.

Farmácias e Supermercados são ótimos locais para procurar alternativas liberadas para as técnicas.


Máscaras de Hidratação encontradas em Farmácia e Supermercado


Nossas escolhas contemplam produtos que podem ser encontrados com mais facilidade em algumas regiões do que outras.

Coisas de país continental como o nosso: o que é fácil de achar no Sudeste é praticamente lenda no Norte e produtos do Sul não encontram com facilidade o caminho para o Nordeste.

Que tal irmos direto para a seleção de produtos de hoje? Claro? Nós sabíamos que sim.

Tem alergia aos Parabenos? Selecionamos uma lista de máscaras para hidratação sem Parabenos liberadas para Low Poo.

Cremes para Hidratação liberada Sem Shampoo (No Poo) 


Produtos para hidratação dos fios são essenciais para manter os cabelos saudáveis.

Eles garantem a elasticidade e aspecto macio das madeixas, por isso não deixe de usá-los.

A frequência deve ser ditada pelo estado atual dos seus cabelos e sua rotina, preferencialmente em um mínimo de uma vez por semana.

Mascaras liberadas para No Poo (Sem Shampoo), podem ser usadas por quem faz Low Poo (Shampoo Leve) sem problema nenhum.

Temos hoje uma seleção de 4 máscaras para etapa de hidratação do Cronograma Capilar.

Máscara Elseve Reparação Total 5+, Gota Dourada Cafeína Nutritiva, Monica Hidratação Intensa TMJ by Huggies e Kanechom Low Poo Liberadas para No Poo.


Composições


1) Elseve Reparação Total 5+: Aqua / Water, Behentrimonium Chloride, Stearyl Alcohol, Glycerin, Cetyl Alcohol, Elaeis Guineensis Oil / Palm Oil, Quaternium-33, Hydroxyethylcellulose, Phenoxyethanol, Stearamidopropyl Dimethylamine, Behentrimonium Methosulfate, Chlorhexidine, Dihydrochloride, Limonene, Linalool, Benzyl Salicylate, Benzyl Alcohol, Isopropyl Alcohol, 2-Oleamido-1,3-Octadecanediol, Myristyl Alcohol, Octyldodecanol, Citric Acid, Butylphenyl Methylpropional, Hexyl Cinnamal, Glyceryl Linoleate, Glyceryl Oleate, Glyceryl Linolenate, Parfum / Fragrance.

Cuidado para não confundir!

2) Creme de Tratamento Hidratação Intensa TMJ Mônica - Huggies: Aqua, Cetearyl Alcohol, Polyurethane-39, Polyquaternium-68, Cetyl Alcohol, Stearamidopropyl Dimethylamine, Behentrimonium Chloride, Lactic Acid, Stearyl Alcohol, Hydrolyzed Soy Protein, Panthenol, Parfum, Guar, Hydroxypropyl Trimonium Chloride, Triethanolamine, Methylisothiazolinone/ Methylchloroisothiazolinone, Disodium EDTA, Limonene , Linalool e Butylphenyl Methylpropional.

3) Máscara Capilar Cafeína Nutritiva - Gota Dourada: Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Cetyl Alcohol, Zea Mays Oil, Parfum (Hexyl Cinnamal/D-Limonene), Methylparaben, Coffea Arabica seed Extract, Propylparaben, Disodium EDTA, Citric Acid, Aloe Barbadensis Extract, CI16255,  CI42090,  CI19140.

4) Creme Condicionante Kanechom Low Poo: Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Cetyl Alcohol, Parfum, Ceteareth-20, Dicocoylethyl Hydroxyethylmonium Methosulfate, Propylene Glycol, Citric Acid, Disodium EDTA, Glycerin, Helianthus Annuus Seed Oil, Cocos Nucifera Oil, Linum Usitatissimum Seed Oil, Methylchloroisothiazolinone/ Methylisothiazolinone, Camellia Sinensis Leaf Extract, Argania Spinosa Kernel Oil, Macadamia Ternifolia Seed Oil, Olea Europaea Fruit Oil, Persea Gratissima Oil, Mentha Piperita Leaf Extract,Potassium Sorbate, Sodium Benzoate, Rosmarinus Officinalis Leaf Extract.

É difícil encontrar produtos para No Poo?


Sim e não. O que podemos afirmar com certeza é que essa dificuldade vem diminuindo nos últimos anos.

Ainda temos alternativas comerciais um pouco limitadas. Mas as que temos não são tão difíceis de encontrar.

Clique neste link para ler a Resenha da Máscara Óleo Extraordinário Cachos da Elseve, com óleo de coco.

Outro ponto importante é que a indústria de cosméticos está atenta ao mercado.

Como a cada dia mais pessoas se interessam por este tipo de produto, as pesquisas de tendência de consumo passam a apontar para produtos adequados ao nosso consumo.

  A Factor-Kline divulgou uma pesquisa muito interessante sobre as tendências para insumos cosméticos e nós falamos dela aqui.

Enquanto não surgem novos produtos, continuaremos garimpando produtinhos liberados nas prateleiras dos supermercados e farmácias Brasil afora.

Volta e meia surgem novos produtos liberados para as técnicas. Veja, agrupadas aqui, as postagens de Lançamentos liberados para No Poo e Low Poo dos últimos meses..


Não deixe de nos integrar à sua rede social favorita: 

sábado, 24 de setembro de 2016

Resenha: Shampoo Pós Progressiva - Bio Extratus

Compartilhe:

Shampoo Pós Progressiva - Bio Extratus


A linha Pós Progressiva da Bio Extratus foi desenvolvida para manutenção dos cabelos alisados quimicamente.

Entretanto, sua fórmula pode atender às necessidades de fios danificados por outros tipos de química.

Rica em ativos reconstrutores, os produtos são enriquecidos com óleos vegetais de Cártamo e Argan.

Por que os óleos vegetais são bons para os cabelos e a pele?

O Shampoo Pós Progressiva da Bio Extratus é um dos primeiros shampoos sem sulfato produzidos no país e pode ter sido - com grande probabilidade - o primeiro shampoo sem sulfato de quem começou o Low Poo antes de 2015.

O que pode assustar os desavisados é que ele praticamente não faz espuma. Por esse motivo não sei se ele é a melhor opção de primeiro shampoo para quem nunca teve contato com um higienizador sem sulfato antes.

Pode parecer estranho usar um higienizador sem espuma dando por vezes a impressão de que você não está conseguindo espalhar o produto nos cabelos.

Mas lembre que espuma não é sinônimo de limpeza! Existem muitos tensoativos (agentes limpantes) que não espumam, eles promovem uma limpeza eficiente, que pode ser mais gentil com os seus cabelos e seu couro cabeludo que a versão extra-espumante.


 
A limpeza por cowash não faz espuma. Um dos motivos pelos quais ela funciona é a presença de surfactantes catiônicos. Descubra mais sobre eles aqui

O meio ambiente também se beneficia deste tipo de agente limpante pois, ao contrário dos que espumam, eles não contribuem para o processo de eutrofização da água.


pH: 5,5


Já discutimos em outras postagens que o pH em que o cabelo mantém sua maior resistência a úmido é no intervalo entre 4 e 6, esse shampoo está dentro deste intervalo e - portanto - o cabelo fica menos susceptível ao rompimento durante a lavagem. ¹

Este pH também previne o inchaço dos fios¹, ².

O pH ácido (abaixo de 7) fecha as escamas da cutícula e induz o brilho. ¹

Para que o shampoo seja gentil com seu couro cabeludo (é onde você vai aplicá-lo, correto?) o pH ideal é de 5,5¹, ², ³, que é o pH desta porção tão sensível da nossa pele.

Estes dados foram trazidos da postagem que falava sobre a
 influência do pH de Shampoos sobre os cabelos.

Produto vegano, liberado para Low Poo em junho/2016


Toda a linha Pós Progressiva é vegana e as proteínas contidas no produto são de origem vegetal.

A Bio Extratus garante não conduzir nem terceirizar testes em animais.

Já falamos de proteínas vegetais no texto sobre 
Agentes condicionantes Proteicos para os cabelos.

O produto é liberado para Shampoo Leve (Low Poo) por conter surfactantes (detergentes) mais suaves do que aqueles evitados no regime por quem faz No Poo e Low Poo.

Na técnica Low Poo evitam-se shampoos com ingredientes limpantes agressivos como os sulfatos e na técnica No Poo a limpeza dos fios é feita sem a utilização de shampoo.

Você sabia que Nem todo Shampoo sem Sulfato é Liberado para Low Poo? Entenda neste link e evite comprar gato por lebre.

Embalagem


Os frascos seguem a mesma identidade visual dos demais produtos da linha Privilége.

O Shampoo tem 250ml em embalagem plástica e tampa flip-top.

Como o produto é bem fluído o frasco não fica de cabeça para baixo.

Composição


Composta de uma associação de surfactantes mais suaves que o Sodium Laureth Sulfate e o Sodium Lauryl Sulfate, este shampoo conta com agentes limpantes bastante eficientes.

Pessoas com os cabelos mais finos podem notar certo ressecamento.

Nestes casos pode-se usar um pré shampoo e tentar restringir a ação do shampoo ao couro cabeludo.

Você sabia que um dos multifuncionais da Salon ine pode ser usado como pre-shampoo? Leia aqui a resenha do 2 em 1 TOP da Salon Line.

A presença das proteínas e dos formadores de filme, garantem o tratamento interno e externo dos fios com porosidade e perda de massa.

Este é principal motivo pelo qual ele é indicado para cabelos quimicamente tratados.

Veja aqui como funcionam os Formadores de filme para cabelos.

Abaixo temos a lista completa da composição do produto.

A gente costuma riscar assim aqueles ingredientes que tem funções de conservação e fragrância.

Não deixe de clicar nos links para obter mais informações sobre os termos técnicos disponíveis aqui no blog:

Aqua: Água.

Sodium Lauroyl Methyl Isethionate: Surfactante Médio (cauda com 15 carbonos)

Cocamidopropyl Betaine: Surfactante anfótero (Cauda com 19 carbonos). Agente Condicionante. Espumante. Agente de limpeza.

Cocamide DEA: Surfactante Médio (cauda 13 carbonos). Espumante. Emulsificante

Lauramide Oxide: Surfactante Médio (cauda 14 carbonos). Antiestático. Condicionante. Espumante.

Glycol Distearate: Emulsificante. Emoliente. Agente de aumento de viscosidade.

Lauryl Glucoside: Surfactante gentil (cauda com 18 carbonos).

Parfum: Perfume.
Linalool: Fragrância

Hydroxypropyl Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride: Agente Condicionante. Antiestático.

Citric Acid: Estabilizador de pH.

Glycerin: Umectante.

Hydrolyzed Rice Protein: Proteína hidrolisada de Arroz. Agente Condicionante Proteico.

Hydrolyzed Soy Protein: Proteína hidrolisada de Soja.  Agente Condicionante Proteico.

Hydrolyzed Wheat Protein: Proteína hidrolisada de Trigo. Agente Condicionante Proteico.

Hydrolyzed Corn Protein: Proteína hidrolisada de Milho. Agente Condicionante Proteico.

Polyquaternium-7: Antiestático. Formador de filme. Fixador.

Polyquaternium-10: Antiestático. Formador de filme. Fixador.

Polyquaternium-22: Antiestático. Formador de filme. Fixador.

Laureth-2: Surfactante Gentil (cauda com 15 carbonos). Emulsificante.

PEG-150 Distearate: Surfactante - agente de limpeza - suave (cauda 19 carbonos).

Methylchloroisothiazolinone: Conservante.
Methylisothiazolinone: Conservante.

Argania Spinosa Kernel Oil: Óleo de Argan.

Carthamus Tinctorius Seed Oil: Óleo de Cártamo.

Disodium EDTA: Conservante. Quelante (Evita a deposição de resíduos). Diz-se que aumenta a capacidade de limpeza de produtos com este fim.

PEG 180M: Aglutinador

Precisado uma limpeza extra? Descubra o que são os pré-shampoos esfoliante, detox, quelante e antirresíduos.

Aparência geral (Textura, cor e cheiro) 


A textura do produto é líquida. Não como água mas definitivamente não é um creme.

O shampoo é branco, levemente perolado e flui com facilidade, como pode ser visto no teaser de ontem lá no Instagram do Cabeleira em Pé. Parabéns para as pessoas que acertaram!


O cheiro é bem herbal. Cheiro de mato como a maioria das pessoas o define.

O produto não faz nenhuma espuma. É como se fosse um bálsamo de limpeza.

À procura de um produto de reconstrução? Clique aqui para ler a Resenha da ampola BB Chilli da Bio Extratus Spécialiste.

Modo de uso 


Com os cabelos úmidos (e o chuveiro desligado - de preferência), espalhe com delicadeza o produto entre os fios massageando carinhosamente o couro cabeludo.

De acordo com a embalagem, os fios não devem ser esfregados, por isso tenha muito cuidado ao massagear para não atritar os fios uns contra os outros.

Lembre-se o produto não faz espuma, por isso distribua-o uniformemente sobre o couro cabeludo usando as pontas dos dedos.

Enxágue em abundância.

PARABENOS: Fazem mal? Dá câncer? Provoca Alergia? É um desregulador endócrino? Mimetiza o estrogênio? Penetra no corpo através da pele? Faz mal pro meio ambiente? Descubra neste link.

Resultados



Os cabelos ficam limpos como ficariam com um shampoo que faz espuma.

Algumas pessoas acham estranho a ausência de espuma na limpeza dos fios, quem já fez cowash sabe que espuma não é - necessariamente - sinônimo de limpeza.

Os fios ficam soltos e com volume.

Se usado com frequência em cabelos sem química, os fios podem ficam com aspecto ressecado, isso pode se dar em função da sobrecarga de proteína ligada aos fios.

Esse excesso de queratina torna os fios mais rígidos e algumas pessoa confundem essa sensação de dureza e aspereza com ressecamento, culpando os surfactantes envolvidos na fórmula do produto.

O que é e como lidar com o Efeito Rebote de Reconstrução é um tema abordado de forma sucinta na postagem sobre Agentes condicionantes Proteicos' citada mais cedo.

Pela alta carga de proteínas da composição, os maiores beneficiados no uso constante deste shampoo são as pessoas com cabelos danificados, em especial por processos químicos como descoloração, relaxamentos, permanentes e progressivas.

Preço e onde encontrar


Os produtos da Bio Extratus tem uma boa distribuição nacional. São encontrados com maior facilidade em casas para de produtos cosméticos, mas podem ser achadas em farmácias e supermercados em algumas regiões.

Quer comprar cosméticos e não gosta da abordagem de quem os vende? Se divirta com as Dicas para fazer compras de Perfumaria em paz.

O Shampoo custa entre R$20,00 e R$30,00, dependendo da região ou loja.

Caso não saiba onde encontrá-lo em sua região, no site da marca há uma aba que especifica onde encontrar os produtos da Bio Extratus na sua cidade.


Gostou da resenha? Acompanhe-nos nas redes sociais:
 

__________
¹ Kumar, A. & Mali, R. R. (2010). Evaluation of prepared shampoo formulations to compare formulated shampoo with marketed shampoos. International Journal of Pharmaceutical Sciences Review and Research v03 e01.
² Mainkar, A. R. & Jolly, C.I. (2001). Formulation of natural shampoos. International Journal of Cosmetic Science v23 e01.
³ Dias, M. F. R. G. & cols. (2014).The Shampoo pH can Affect the Hair: Myth or Reality? Int J Trichology. 2014 Jul-Sep; 6(3): 95–99. doi: 10.4103/0974-7753.139078

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Transi(inspira)ção - Minissérie Justiça

Compartilhe:

Inspiração para Transição - Minissérie Justiça


Quem está acompanhando Justiça sabe que a minissérie vem tratando de temas interessantes e espinhosos como a corrupção na política, impunidade, racismo, sexismo, perdão e vingança.

Nos também abordamos temas polêmicos. Lembra quando o Site da Caras afirmou que Shampoo sem parabenos e sulfato faz mal aos cabelos? Clique e confira nossa resposta.

Mas além dos temas polêmicos a produção global trouxe para as telas um time reforçado de cabelos de diversas texturas e é impossível não abordá-los no nosso espaço Transi(inspira)ção.

São crespos, ondulados e cacheados para agradar a todo o tipo de transição.

Vem se inspirar, vem... Mas sem pirar, viu?

Rose - Cabelo Natural é Lindo


Clique para ampliar
Não têm como falar dos cabelos na minissérie Justiça sem lembrar de Rose.

Ora ela aparece com ele solto, em outros momentos ele está preso, finalizado para formar cachinhos ou livre leve e solto naquele estilo "algodão doce" que só quem tem um cabelo tipo 4 consegue fazer.

Quem empresta as madeixas para Rose é a atriz Jéssica Ellen, numa interpretação de tirar o fôlego. 

Marina Ruy Barbosa é Isabela.

As madeixas ruivas da atriz ganham um corte mais reto, na altura dos ombros e ondas no estilo "acabei de sair da praia".

A personagem não apareceu muito ao longo da série e vimos apenas essa "faceta" da caracterização de Isabela.


Quer conhecer um novo creme para pentear? Leia aqui a resenha do "Diva das Ondas" da Hair Fly.

Elisa -  35 anos de cachos na TV


Clique para ampliar

A mãe de Isabela é Elisa.

Interpretada pela atriz Debora Bloch que abusa dos cachos desde o início dos anos 80.

O cabelo curto e em camadas, dividido quase sempre para o lado (e não ao meio) é uma opção que - mesmo com pouca manutenção - mantém seu aspecto saudável em função do pouco comprimento.


Aqui tem sugestões para Inspirar o seu Big Chop.

Kellen - Cacheada e Malvada


Clique para ampliar
Kellen é ruim. Kellen é má mesmo. Kellen tem a semente do mal. Mas o cabelo de Kellen é outra história.

Os cabelos parecem receber uma finalização com mousse que encorpa o penteado e dá volume às mechas da atriz Leandra Leal, o tom trigo ilumina o comprimento e pontas destacando os cachos.

Para quem está texturizando a parte alisada dos fios pode mirar no visual de Kellen, com ajuda de Curl formers ou bobs de um tamanho médio.

Você gosta de finalizar os fios com Mousse? Confira 10 opções liberadas para Low Poo ou No Poo neste link. É só clicar!

Minissérie Justiça - Cacheadas, onduladas e crespas em evidência


A minissérie Justiça, sucesso de crítica em 2016 tem elenco feminino de peso.

O setor de caracterização tem abusado das finalizações capilares que destacam o formato dos cabelos crespos, ondulados e cacheados.

Se você não viu, não deixe de assistir a esta minissérie inovadora e instigante.

De quebra você ainda curte os cabelos das atrizes deste post.




Acompanhe também no Youtube, Twitter, Facebook, Instagram, 
GooglePlus, Pinterest e Spaces: 

sábado, 17 de setembro de 2016

Óleos vegetais: Não cometa este erro ao usá-los

Compartilhe:
Jarrinha de óleo

Descubra a maneira correta de usar Óleos Vegetais nos seus cabelos


Costuma-se ouvir que todo o óleo cem por cento vegetal é adequado para Umectação, não é?

Mas na prática, não é necessariamente assim.

Se isso fosse verdade, porque compraríamos o óleo de coco, se já temos óleo de soja em casa?

Óleos diferentes para funções capilares diferentes


Sabemos que os óleos podem possuir uma série de vitaminas, podem ser antioxidantes, antibacterianos, antissépticos e antifúngicos.

Atualizamos com frequência nossa
 Lista de Óleos Vegetais com suas indicações para cabelo e pele.

Mas hoje vamos nos deter em um ponto importante da composição dos óleos vegetais: a classificação de seus ácidos graxos.

Ai Cabelê que coisa mais chata!

Você pode até achar o assunto chato, mas acredita na gente: lê mais um pouquinho para não cometer o mesmo erro que agente costumava cometer.

Óleos Saturados vs. Óleos Insaturados

Duas garrafas de azeite

Acho que podemos afirmar que todos nós já ouvimos falar de óleos saturados, insaturados e poli-insaturados.

Isso normalmente ocorre em revistas e programas de televisão que falam sobre nutrição e vida saudável, correto?

E se a gente te disser que esses mesmos termos são essenciais para a gente entender quais óleos são adequados para determinadas funções capilares e quais óleos não farão diferença alguma se usados na tarefa incorreta?

Os óleos podem ser usados na etapa de nutrição do CC, umectação e na técnica de finalização chamada LOC. Falamos dessa ultima nesse post sobre 'Como impedir o Gel de esfarelar na finalização'.

Se os óleos são misturas de ácidos graxos saturados, mono e poli-insaturados, o que determina se um óleo é saturado ou insaturado?


Os óleos são compostos por ácidos graxos que podem ser saturados, insaturados ou poli-instaurados.

Consideram-se óleos saturados aqueles que tem ácidos graxos saturados em maior quantidade. Fácil não é?

Pela lógica, determinamos também que são insaturados aqueles ricos em ácidos graxos dos tipos monoinsaturado poli-insaturado.

Qual o melhor tipo de óleo para os cabelos? Saturado, Insaturado ou Poli-insaturado?


A partir daqui, nossa pesquisa é norteada pelo material da autora americana Audrey Davis-Sivasothy¹.

Garrafa alta de óleo vegetal
Os ácidos graxos saturados penetram com mais facilidade nos fios de cabelo.

Isso se dá pois sua estrutura molecular é mais adequada para este tipo de manobra. Sua estrutura tem aparência bem retinha.

Ácidos graxos monoinsaturados tem estruturas mais complicadas, o que dificulta (mas não impede) a penetração.

Eles tem uma voltinha, não são retos como os ácidos graxos saturados.

Já os poli-insaturados são estruturalmente ainda mais complexos, pois são cheios de curvas.

Não existem estudos que mostrem qualquer capacidade de penetração deste último tipo de óleo na fibra capilar. Eles apenas se depositam na camada externa do fio até a próxima lavagem.

Estas substâncias que encapam os fios são chamados Agentes oclusivos. Leia mais sobre eles neste link.


Um Exemplo de comportamento dos ácidos graxos nos cabelos


Exemplo de como funcionam os ácidos graxos nas cutículas dos cabelos

Para exemplificar, se olharmos para esse desenho, podemos pensar nas vagas de estacionamento como as escamas da cutícula do cabelo.

Os carros menores tem facilidade de estacionar nas vagas, sem precisar de grandes manobras.

O carro verde também conseguiu, mas podemos observar que ele provavelmente teve mais dificuldade para se encaixar.

O caminhão vermelho, por sua vez nem com esforço conseguirá se espremer naquele espacinho vazio. Infelizmente, em virtude de seu tamanho, ele terá que ficar estacionado do lado de fora das vagas.

Os carros menores são os ácidos graxos saturados. Se encaixam sem esforço

O carro verde é um ácido graxo insaturado. Consegue entrar, mas com menos facilidade que o primeiro.

O caminhão vermelho é um ácido graxo poli-insaturado. Não consegue penetrar, fica do lado de fora.

Entenda aqui Qual a diferença entre Absorção e Adsorção.

Como descobrir se um óleo é Saturado, Insaturado ou Poli-insaturado?


Digite no Google seu site de buscas favorito, combinações entre as expressões como:

a) óleo de <insira aqui o nome da planta/semente/fruto>
b) ácidos graxos
c) saturado insaturado
d) perfil de ácidos graxos

Pesquisas no Google: óleo de semente de uva, carnaúba e coco perfil de ácidos graxos

Você provavelmente encontrará uma série de trabalhos acadêmicos e outras publicações técnicas.

Entre nesses textos e procure onde são apresentadas as quantidades percentuais dos ácidos graxos saturados, monoinsaturados, poli-insaturados.

Algumas vezes está no texto e em outras em tabelas. Vamos mostrar alguns exemplos em seguida.

Este material faz parte de uma série sobre penetrabilidade dos óleos, confira todos os textos usando os links abaixo:


Como escolher o melhor óleo para o cabelo?


1) Quanto mais próximo de 100 for a porcentagem de ácidos graxos saturados, mais facilidade o óleo terá de ser absorvido pelo cabelo.

2) Se a soma de ácidos graxos saturados e monoinsaturados for maior que 50, a maior parte do conteúdo do óleo tem capacidade de penetração na haste capilar.

Óleos saturados para os cabelos
3) Se o óleo tiver concentração de ácidos graxos poli-insaturados acima de 50% esse óleo pode não ser o mais indicado para umectação e nutrição, já que a maior parte dele não será assimilada pelo Complexo de Membrana Celular - CMO (a parte interna do cabelo composta de lipídios²).

4) Quanto mais próximo de 100 for o percentual de ácidos poli-insaturados menos conteúdo do óleo será absorvido pelo seu cabelo.


Está gostando deste texto? Curta nossa página no facebook e não perca nenhuma atualização do Cabeleira em Pé:


Exemplos de Perfil de Ácidos Graxos aplicados à estética capilar


Óleo de Coco - Perfil de Ácidos Graxos


Óleo de coco é bom pro cabelo?
http://www.mapric.com.br/anexos/Boletim922_01092014-09h01.pdf

Nesse texto estava moleza.

Se 85% do óleo de Coco é composto por ácidos graxos saturados sabemos que ele será absorvido com facilidade pelo cabelo.

Concluímos que o Óleo de Coco é adequado para Umectação. Aprenda aqui como retirar o óleo dos cabelos de forma delicada pelo método UCPE. Tutorial em texto e vídeo!

Óleo de Semente de Uva - Perfil de Ácidos Graxos


óleo de semente de uva faz bem pro cabelo?
http://bjft.ital.sp.gov.br/artigos/especiais/2010/artigos_bjb_v70ne/05_bjft_v13ne_13e0103.pdf

Nesse caso temos uma tabela bem detalhada, e no final os percentuais que nos interessam.

De cara já vemos que quase sessenta por cento do óleo de semente de uva não será absorvido pelo cabelo.

Conclusão: A maior parte dos ácidos graxos (58,78% do volume) não penetrará nos cabelos.

Óleo de Argan - Perfil de Ácidos Graxos


Óleo de Argan faz bem pro cabelo?
http://pharmakondf.com.br/Pharmakon/arquivos/INSUMOS_FARMACEUTICOS/O/Oleo_de_Argan.pdf

Esse está um pouco mais confuso mas com atenção podemos conseguir as informações que precisamos.

Pelo texto entendemos que o ácido Oléico é monoinsaturado e corresponde a 45 a 55% do volume de ácidos graxos do óleo de argan.

Os óleos Palmítico e Esteárico são saturados e variam (somados) de 15,3 a 21,5%.

Já o ácido Linoléico é di-insaturado (ou seja, poli-insaturado) e corresponde a 28 a 36%.

Conclusão: Somando (o mínimo de) ácidos monoinsaturados e saturados temos aproximadamente 60%. Ou seja... mais da metade terá possibilidade de penetrar as hastes capilares.

Vamos preparar um post completinho com uma lista discriminando os ácidos graxos de outros óleos vegetais. Tem alguma sugestão? Deixe nos comentários!

Vamos Exercitar?


Que tal treinar suas novas habilidades?

Dentre os óleos abaixo qual seria a sua escolha para batizar uma máscara na etapa de nutrição dos seus cabelos?

Óleo de Soja


Óleo de soja faz bem para os cabelos?
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732015000100065

Óleo de Amêndoa Doce


Óleo de amêndoas doces faz bem para os cabelos?
http://www.scielo.br/pdf/pat/v43n1/04.pdf


Qual foi sua escolha entre os óleos de soja e amêndoa? 
Porque escolheu esse óleo e não o outro?
Deixe sua resposta no espaço de comentários aí embaixo! 
E não esqueça de nos stalkear nas redes sociais:
 


Terminando


Sabemos que esse post foi comprido e um pouco cansativo.

Algumas semanas depois, desenvolvemos outro material, mais simplificado esclarecendo algumas das dúvidas que surgiram. Clique no link da caixa abaixo.


Como usar óleos vegetais nos cabelos?



O tema não se esgotou nestes post. Ainda surgirão, desdobramentos sobre os óleos vegetais do ponto de vista da sua penetrabilidade.

Ficamos felizes compartilhar estas dicas que otimizarão a sua rotina de cuidados capilares.

Lembrem-se: Pesquisem a saturação antes da próxima compra de óleo vegetal!
__________
¹ Davis-Sivasothy, A. (2011). The Science of Black Hair: A Comprehensive Guide to Textured Hair. SAJA Publishing Company. 
² Masukawa, Y. ; Narita, H. & Imokawa, G. (2005). Characterization of the lipid composition at the proximal root regions of human hair. Journal of Cosmetic Science ed. 56 v. 1. pp. 1-16