terça-feira, 13 de abril de 2021

Gabi Oliveira Seda | Lançamento | Resenha Creme para Pentear

Compartilhe:
Resenha Creme para Pentear Gabi Oliveira Seda

Crespoforce: Gabi Oliveira, Seda e Creme para Pentear No Poo




Tem lançamento Seda na área! Vocês viram que Gabi Oliveira + Seda acabaram de lançar uma colaboração chamada Crespoforce?

É um creme para pentear novo Seda, para cabelos cacheados e crespos, recheado de ingredientes especialmente pensado para o que muitas crespas e cacheadas procuram: hidratação, brilho, desembaraçamento e definição.

Vamos resenhar todos os aspectos deste produto, incluindo a composição, para que você descubra todos os segredos deste lançamento Seda.

Na resenha do novo Seda, vamos falar de diversos aspectos do Creme para Pentear Gabi Oliveira Seda, incluindo: pH, se é liberado para No Poo e Low Poo, como é a embalagem, a composição, a textura, a cor, o cheiro, como usar, resultado, o preço e onde comprar.

Aperte o cinto e vamos explorar juntos os detalhes dessa collab de Seda by Gabi Oliveira?





pH: 4 - 6


Você sabia que ao finalizar os cabelos, o pH pode ter impacto na aparência final dos fios?¹,²

PHs mais ácidos (ou seja, aqueles com números mais baixinhos), ajudam a deixar os fios mais brilhantes.

Isso acontece porque a acidez leve ajuda a pressionar as escamas da parte externa dos fios umas contra as outras¹ e, com a superfície mais plana, a luz reflete melhor nos fios, deixando-os mais espelhados.

Outro ponto interessante é que nesse intervalo de pH - entre 4 e 6 - a distribuição de carga eletrostática dos fios se mantêm inalterada, o que diminui a incidência de frizz.²

Nessa mesma faixa de pH, o cabelo úmido tem seu pico de força, ou seja, fica mais seguro desembaraçar os fios neste intervalo de acidez.²

Devo condicionar o cabelo depois da máscara de tratamento? Clique para descobrir do ponto de vista de pH e formulação.

Produto liberado para Low Poo e No Poo em outubro/2020


Lançamento Seda Crespoforce Gabi Oliveira - Creme para Pentear Liberado para No Poo

Apesar de ter diversos produtos liberados para Low Poo, a Seda tem poucos produtos No Poo.

Este lançamento Seda é o primeiro creme para pentear da marca 100% livre de silicones.

Se você não entende profundamente destas técnicas, aqui vão algumas dicas.

Para ser liberado para Low Poo, os shampoos precisam ser livre de surfactantes agressivos (como o Sodium Laureth Sulfate) e os demais produtos devem ser isentos de oclusivos derivados de petróleo (como o petrolatum).

Para ser liberado para No Poo, o produto não pode ter nenhum dos ingredientes proibidos para Low Poo, não pode ser um shampoo e não pode ter silicones insolúveis em água.

Pensando nestes requisitos, o Creme para Pentear Crespoforce by Gabi Oliveira Seda preenche todas as regrinhas para ser considerado liberado para Low Poo e No Poo.


Embalagem


Quem não conhece o formato clássico das "garrafinhas" de cremes para pentear de Seda?

Na versão da linha Crespoforce, a embalagem é marrom-dourada, feita em plástico flexível.

A tampa é produzida em plástico transparente e é do tipo pull top, ou seja, você puxa para abrir e empurra para fechar.

O conteúdo é de 300ml.



Ingredientes Creme para Pentear Gabi Oliveira Seda para cabelos Cacheados e Crespos


Creme para Pentear Gabi Oliveira Seda para cabelos Cacheados e Crespos - Ingredientes da composição

Um dos presentes da co-criação do creme para pentear Crespoforce by Gabi Oliveira Seda, é a fórmula silicone free deste finalizador.

O produto é liberado para No Poo e Low Poo e, a partir disso, sabemos o que o produto não tem.

Mas, quais os ingredientes presentes na composição do creme para pentear Crespoforce?

Para começar vamos falar um pouco sobre uma classe de ingredientes bastante famosa: os emolientes.

Estes ingredientes oferecem aos cabelos um sensorial mais macio e escorregadio, gostoso ao toque.

Na fórmula do novo Seda by Gabi Oliveira, encontramos o emoliente Cetearyl Alcohol.

Todo bom creme para pentear precisa de agentes condicionantes de qualidade e esse lançamento Seda conta com Stearamidopropyl Dimethylamine - um ingrediente de condicionamento que desembaraça, dá brilho, diminui o frizz e não se acumula em camadas na parte externa dos fios (não faz ARC, ou build up).⁶


Um nome tão comprido não deixa mentir, o Pei-45/tmp/xylene Diisocyanate Crosspolymer é resultado de diversas reações e combinações químicas.

O resultado final é um formador de filme, a base de celulose, que faz ligações crosslink para deixar as fitas do cabelo mais evidentes e a curvatura mais definida, um presentinho da Seda para cabelos cacheados, crespos e ondulados.

Além disso, para turbinar o creme para pentear, a fórmula conta com glicerina, um ingrediente que atrai e "prende" umidade junto às fibras capilares, deixando-as mais hidratadas.


Como se trata de um produto para cabelos crespos e cacheados, é difícil não formular com óleos vegetais, já que este público ama fórmulas nutritivas.

Na composição do creme para pentear Gabi Oliveira Seda, temos 3 destes ingredientes:

  1. Butyrospermum Parkii Butter: manteiga de karité;
  2. Sclerocarya Birrea Seed Oil: óleo de semente de marula;
  3. Cocos Nucifera Oil: óleo de coco.

Todos estes óleos são ricos em ácidos graxos saturados e monoinsaturados, capazes de penetrar na fibra do cabelo.


Gabi Oliveira - Seda - Creme para Pentear Crespoforce

Em seguida, apresentaremos a composição completa do Creme para Pentear Gabi Oliveira Seda, lançamento da linha Crespoforce.

Os ingredientes aparecerão na mesma ordem em que foram impressos na embalagem, e ao lado de cada insumo temos uma classificação dele.

Você pode clicar em algumas destas categorizações, estes links levam você para textos em que a gente explica melhor a função daquela classe de substância.

Algumas destas substâncias têm um traçado sobre as palavras (assim, olha), estes ingredientes só foram "riscados" para evidenciar que eles não têm ação direta sobre os fios (as fragrâncias, conservantes e corantes - como os usados para fazer as três cores desse creme de tratamento - são os mais comuns).



Ingredientes Creme para pentear Novo Seda Crespforce by Gabi Oliveira


Aqua: Água.

Cetearyl Alcohol: É um álcool graxo. Uma substância que amacia os fios. Emoliente.

Stearamidopropyl DimethylamineAgente CondicionanteSurfactante Catiônico da família das alquil aminas.

Glycerin: Umectante. Leia um pouco mais sobre glicerina, umidade do ar e outras questões aqui.

Butyrospermum Parkii Butter: Manteiga de karité.

Sclerocarya Birrea Seed Oil: Óleo de semente de marula.

Parfum: Fragrância.

Cocos Nucifera Oil: Óleo de coco.

Lactic Acid: Regulador de pH.
Methylparaben: Conservante.
Dmdm Hydantoin: Conservante.
Disodium Edta: Agente quelante.

Pei-45/tmp/xylene Diisocyanate CrosspolymerFormador de Filme.

Citronellol: Fragrância.
Coumarin: Fragrância.
Geraniol: Fragrância.
Hexyl Cinnamal: Fragrância.
Limonene: Fragrância.
Linalool: Fragrância.

Não deixe de interagir conosco na sua rede social favorita:

Aparência geral (Textura, cor e cheiro)


Resenha do Novo Seda Liberado para Low Poo e No Poo - Crespoforce by Gabi Oliveira

O Creme para Pentear Seda Gabi Oliveira tem coloração branca e textura cremosa.

Não é um creme difícil de tirar da embalagem, mas quando está perto do final é necessário sacodir a embalagem (ou guardá-la de cabeça para baixo).

Na aplicação é bastante escorregadio e fácil de espalhar.

O cheiro é característico de produtos Seda, um cheirinho fresco, frutado e levemente cítrico.



Modo de uso Creme de Pentear Gabi Oliveira Seda - Lançamento


As instruções de uso são bastante abertas.

Sugere-se que o cabelo úmido seja separado em mechas do tamanho que você escolher.

Depois disso é só aplicar o produto e finalizar usando sua técnica favorita.


Resultados Lançamento Seda by Gaby Oliveira (Crespoforce)


Resultado Gabi Oliveira Seda - Resenha do Creme para Pentear No Poo

Uma das características mais bacanas deste produto é a sua capacidade de desembaraçamento. No primeiro momento, já é possível sentir os cabelos "desmaiando" e o trabalho de fitagem fica super-simples.

Fitagem, aliás, que foi outro ponto forte do produto. Sem muito esforço, as fitas se formam, o que é muito interessante em diversas finalizações para cabelos crespos, cacheados e ondulados.

Na foto os fios foram secos ao natural e o único produto usado na finalização foi o Creme para pentear Crespoforce by Gabi Oliveira Seda.

O cabelo fica com curvas definidas e fitas bem marcadas, mesmo depois de seco.

A fragrância, depois de seco, é discreta e não "briga" com o seu perfume.


Preço e onde encontrar Seda para Cabelos Cacheados, Crespos e Ondulados


Seda para cabelos cacheados - Onde encontrar Crespoforce Gabi Oliveira para comprar e preço

Um dos pontos mais legais de encontrar bons produtos da Seda é a facilidade de encontrar essas novidades em farmácias e supermercados.

A marca é - com toda a certeza - uma das mais conhecidas do país e, em breve, a linha Gabi Oliveira Seda Crespoforce estará disponível em grande parte dos postos de venda que trabalhar com a Unilever.

O shampoo, infelizmente, não é liberado, mas o condicionador Gabi Oliveira Seda é liberado para Low Poo. Mas, se você quer um shampoo Low Poo da Seda, a marca disponibiliza o Shampoo Seda Boom Liberado.

Em relação ao preço, o creme para pentear novo Seda Crespoforce custa em torno de R$10,00 - valor praticado na maioria dos cremes de pentear da marca.

Não segue a gente no Instagram? Não perca tempo. Siga o Cabeleira em Pé no Instagram e receba diariamente drops de conteúdo No Poo e Low Poo.


__________

Referências

¹ Kumar, A. & Mali, R. R. (2010). Evaluation of prepared shampoo formulations to compare formulated shampoo with marketed shampoos. International Journal of Pharmaceutical Sciences Review and Research v03 e01.
² Mainkar, A. R. & Jolly, C.I. (2001). Formulation of natural shampoos. International Journal of Cosmetic Science v23 e01.
³ Draelos, Z. D. (2004). Hair Care: An Illustrated Dermatologic Handbook. CRC Press.
⁴ Maria Fernanda Reis Gavazzoni Dias, Andréia Munck de Almeida, Patricia Makino Rezende Cecato, Andre Ricardo Adriano, and Janine Pichler. (2014). The Shampoo pH can Affect the Hair: Myth or Reality? Int J Trichology. 2014 Jul-Sep; 6(3): 95–99
⁵ Idson, Bernard. (1967). Adsorption to Skin and Hair. J. Soc. Cosmetic Chemists, 18.
⁶ HUNTSMAN. (2015). EMPIGEN ® S18 Conditioner for Beauty and Personal Care.

sábado, 10 de abril de 2021

7 Motivos pelos Quais seu Cabelo é Ressecado

Compartilhe:
7 Motivos pelos Quais seu Cabelo é Ressecado - Porosidade, Descoloração, Tratamento, Build up, dano solar, shampoo e dano térmico

Seu Cabelo é Ressecado? Descubra 7 causas aqui!




Um dos grandes terrores capilares é o ressecamento.

Esse problema pode ser abordado de duas maneiras: a primeira é em uma perspectiva preventiva e a outra de tratamento.

Mas, quando falamos de cabelos, qual será a estratégia mais inteligente: prevenir ou remediar?

Para identificar quais podem ser os motivos pelos quais o seu cabelo está ressecado, acompanhe esse post para descobrir 7 causas do ressecamento capilar.

No final desse post, ainda, vamos falar do nosso ebook gratuito, escrito em parceria com a Liga das Crespas e Cacheadas, que fala justamente sobre cabelos secos e ressecados: Ressecamento no Cabelo Crespo e Cacheado - 3 causas e + 7 dicas para lidar com ele (clique neste link afiliado para baixar).

Desse jeito você descobre aqui no blog 7 motivos pelos quais o seu cabelo é ressecado, e lá no ebook 7 formas de tratar o ressecamento do seu cabelo.



1. Os extremos: Porosidade Alta x Porosidade Baixa


Nosso cabelo é cheio de "buraquinhos" e a quantidade desses furinhos é diferente de pessoa para pessoa.

As pessoas que têm o cabelo com poucos furinhos têm porosidade baixa e isso faz com que o cabelo tenha dificuldade de absorção de ingredientes que poderiam reforçar a hidratação dos cabelos.

Quem tem cabelo com buraquinhos demais, tem porosidade alta. Essa condição faz com que os fios absorvam água demais (o que pode fazer com que as fibras inchem e danifiquem os cabelos), além de uma dificuldade em "prender" os ingredientes dos tratamentos utilizados.

Em ambos os casos, nos extremos de porosidade (alta e baixa), os fios têm aparência ressecada e aquela falta de maciez que a gente associa com cabelos secos.

2. Ressecamento por Coloração / Descoloração


Processos químicos de transformação, incluindo tintura e descoloração, podem influenciar a aparência e textura dos fios.

Nestes processos, as pequenas estruturas que formam a parte mais externa do fio (as escamas que se sobrepõe para formar a cutícula) são danificadas.

Com esse dano às cutículas, os fios ficam mais porosos, e no item acima explicamos como a porosidade está associada com o ressecamento.

Não deixe de interagir conosco na sua rede social favorita:

3. Tratamento Insuficiente: Será que minha rotina é pouco para as necessidades do meu cabelo?


A gente sabe que a vida é corrida e que não dá para viver em função de uma rotina capilar super-extensa.

Mas, muitas vezes, os fios podem estar ressecados pela falta de cuidados periódicos.

Como o cabelo é um material que não se regenera, é necessário que os cuidados sejam cíclicos e constantes.

A frequência não será a mesma para todas as pessoas, por isso, é preciso encontrar uma forma de desenvolver uma rotina personalizada de cuidados.


4. Build up - O Sobreacúmulo de Resíduos no Cabelo


Sabe aquele ditado que diz que tudo em excesso pode fazer mal?

Quando a gente percebe o cabelo ressecado, muitas vezes a primeira coisa que a gente tenta fazer é aquele tratamento poderoso, não é mesmo?

Mas, você sabia que algumas substâncias das máscaras, condicionadores e finalizadores podem ficar acumulados nos fios?

Quando isso acontece, os cabelos ficam sem brilho, com uma aparência de palha e não respondem a nenhum tratamento.


5. Ressecamento por Dano Solar


O sol, apesar de ser essencial para a vida no planeta, pode oferecer riscos à nossa saúde e à aparência dos cabelos.

Quando o cabelo é intensamente exposto aos raios solares, a primeira coisa que o sol danifica é a cor. O desbotamento se dá a partir da interação dos pigmentos presentes nos nossos fios com a luz solar.

Mas, não é só a cor que sofre.

O sol também afeta negativamente os lipídeos que existem dentro dos cabelos e outras estruturas importantes para a força dos fios (chamadas ligações dissulfeto).

Estes danos lipídicos e estruturais deixam os cabelos opacos, secos, propensos ao frizz e diminuem a resistência das fibras, deixando o cabelo mais propenso à quebra.¹



6. O Vilão Pode Ser o seu Shampoo


Apesar de ser um ponto importante de qualquer rotina de cuidados capilares, o shampoo às vezes é o motivo do cabelo estar ressecado, você sabia?

Muitas vezes os fios ficam embolados, ásperos e extremamente duros depois de usar shampoo.

Os shampoos tradicionais têm detergentes que danificam os fios aos pouquinhos, mas toda a vez que lavamos o cabelo, danificamos um pouquinho mais.

Esse acúmulo de danos, ao longo do tempo, deixa os cabelos porosos e extremamente ressecados, e os tratamentos são apenas soluções temporárias.

No final desse post, tem um ebook gratuito com dicas de como lidar com o ressecamento, incluindo estratégias de como reduzir o dano nas higienizações.



7. Dano térmico: Secador, Chapinha, Difusor e Babyliss


Ferramentas de calor (como secador, prancha e babyliss) podem causar danos significativos à estrutura dos cabelos de forma irreversível.²

Quanto mais alta a temperatura, maior é o dano capilar.²

Essas ferramentas induzem a formação de rachaduras e buracos que aumentam a porosidade² e o ressecamento.

Muitas vezes a parte externa dos fios sofre tantos danos que os fios ficam extremamente frágeis se partindo com muita facilidade, em especial quando os cabelos são penteados/escovados.²

Ressecamento: Como resolver


Quer entender porque seu cabelo é ressecado? A gente te explica nesse ebook!

Quer dicas de como contornar esse ressecamento? A gente te dá 7 dicas nesse mesmo material!

A Liga das Crespas e Cacheadas em conjunto com o Cabeleira em Pé traz para vocês um livro digital para discutir causas e tratamentos para o ressecamento capilar.

Pra baixar é super fácil! É só clicar no botão abaixo!

O link te redirecionar para a página de download da Liga das Crespas e Cacheadas, onde você vai colocar seu e-mail para receber gratuitamente o ebook "Ressecamento no Cabelo Crespo e Cacheado".




Nesse material a gente discute as três razões pelas quais o cabelo cacheado e crespo está mais exposto ao ressecamento, para você entender melhor como o seu cabelo funciona.

Depois destas 3 explicações, a gente oferece 7 dicas universais (que valem para cabelos crespos, cacheados, lisos e ondulados) para tratar, prevenir e reverter o ressecamento capilar.

Aproveite esse material gratuito para deixar o seu cabelo mais macio, hidratado e brilhante! Clique no botão acima, baixe seu ebook e conte tudinho para a gente.


Link Afiliado:



Referências


¹ Draelos, Z. D. (2006). Sunscreens and hair photoprotection. Dermatologic Clinics, 24(1), 81–84. https://doi.org/10.1016/j.det.2005.08.006
² S. Herrwerth, I. Ulrich-Brehm, U. Kortemeier, P. Winter, M. Ferenz, B. Grüning. (2009). Silicone Quaternium-22: New Silicone Technology for Premium Hair Conditioning with Additional Benefits. International Journal for Applied Science. v.135 n.6.

terça-feira, 6 de abril de 2021

2021 | Novidades Low Poo e No Poo - Parte 07

Compartilhe:
Novidades Low Poo e No Poo de 2021 - Produtos liberados - Lola Cosmetics, Widi Care, Kairós e Acquaflora

Liberados? Confira novidades Low Poo e No Poo + Dicas sobre falsos-proibidos




Chegou mais um post de lançamentos capilares sem proibidos aqui no Cabeleira em Pé, o seu blog especializado em tudo que tem a ver com Low Poo e No Poo.

Quando a gente fala de produtos liberados para Low Poo e No Poo, é quase-inevitável trazer à tona o discurso de ingredientes "proibidos" para as técnicas.

Mas, muitas vezes, fala-se a respeito de sulfatos e de petrolatos de forma rasa e com pouco embasamento.

Você sabe quais são os ingredientes proibidos para Low Poo e No Poo? No final desse post, a gente te fala de ingredientes que muita gente acha que são proibidos e nem sempre são.

Voltando para os lançamentos Low Poo e No Poo, do post de hoje, temos novidades liberadas das seguintes marcas: Lola Cosmetics, Widi Care, Kairós e Acquaflora.


Shampoo e Condicionador em Barra Nutritivo - Lola


A Lola continua lançando produtos com uma "pegada" mais natural e a coleção mais recente da marca deixa isso bastante claro. Trata-se de versões em barra de shampoo e condicionador. O shampoo é livre de sulfatos (e de sabão também), o condicionador é liberado para Low Poo, No Poo e co wash.


Shampoo (Low Poo) e Condicionador (No Poo e Co wash) em Barra Nutritivo - Lola

Ingredientes Shampoo (Low Poo) e Condicionador (No Poo e Co wash) em Barra Nutritivo - Lola


Composição Shampoo em Barra Nutritivo - Lola Cosmetics (Low Poo): Sodium Cocoyl Isethionate, Behenamidopropyl Dimethylamine, Cetyl Alcohol, Hydrogenated Farnesene, Orbignya Oleifera Seed Oil, Kaolin, Aqua, Chenopodium Quinoa Extract, Hydrolyzed Rice Protein, Citrus Sinensis Peel Oil Expressed, Guar Hydroxypropyl trimonium Chloride, Curcuma Longa Root Water, Lactic Acid, Citric Acid, Dehydroacetic Acid (and) Benzoic Acid (and) Benzyl Alcohol, Fragrance/Parfum, Limonene.

Composição Condicionador em Barra Nutritivo - Lola Cosmetics (No Poo): Theobroma Grandiflorum Seed Butter, Cetearyl Alcohol, Behenamidopropyl Dimethylamine, Chenopodium Quinoa Seed Extract, Hydrolyzed Rice Protein, Citrus Sinensis Peel Oil Expressed, Lactic Acid, Citric Acid, Fragrance/Parfum, Limonene.



Shampoo e Condicionador em Barra Lisos - Lola


As versões em barra de shampoo e condicionador da Lola também foram feitas em uma edição para cabelos lisos. A ideia dos produtos sem embalagem plástica se alinha com a crescente preocupação da Lola com o meio ambiente. O shampoo sem sulfatos é um syndet (ou seja, apesar de ser em barra não contém sabão) e o condicionador é liberado para Low Poo, No Poo e co wash.


Shampoo (Low Poo) e Condicionador (No Poo e Co wash) em Barra Lisos - Lola

Ingredientes Shampoo (Low Poo) e Condicionador (No Poo e Co wash) em Barra Lisos - Lola


Composição Shampoo em Barra Lisos - Lola Cosmetics (Low Poo): Sodium Cocoyl Isethionate, Behenamidopropyl Dimethylamine, Cetyl Alcohol, Orbignya Oleifera Seed Oil, Kaolin, Pelargonium Graveolens Flower Oil, Citrus Sinensis Peel Oil Extressed, , Citrus Aurantifolia Peel Powder, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Lactic Acid, Citric Acid, Dehydroacetic Acid (and) Benzoic Acid (and) Benzyl Alcohol, Fragrance/Parfum.

Composição Condicionador em Barra Lisos - Lola Cosmetics (No Poo): Theobroma Grandiflorum Seed Butter, Cetearyl Alcohol, Behenamidopropyl Dimethylamine, Hydrogenated Farnesene, Fucus Vesiculosus Extract, Pelargonium Graveolens Flower Oil, Citrus Sinensis Peel Oil Expressed, Lactic Acid, Citric Acid, Fragrance/Parfum.


Shampoo e Condicionador em Barra Cachos - Lola


Gosta de produtos sem embalagem, daqueles com baixíssimo impacto na produção de lixo. A Lola, alinhada com um movimento crescente de conscientização em relação à produção de lixo, lançou versões em barra de shampoo e condicionador. Na linha Cachos o shampoo foi formulado com detergentes suaves e é livre de sabão e sulfatos. Já o condicionador é todo liberado (Low Poo, No Poo e co wash).


Shampoo (Low Poo) e Condicionador (No Poo e Co wash) em Barra Cachos - Lola

Ingredientes Shampoo (Low Poo) e Condicionador (No Poo e Co wash) em Barra Cachos - Lola


Composição Shampoo em Barra Cachos - Lola Cosmetics (Low Poo): Sodium Cocoyl Isethionate, Behenamidopropyl Dimethylamine, Cetyl Alcohol, Hydrogenated Farnesene, Kaolin, Aqua, Sea Water, Citrus Sinensis Peel Oil Expressed, Beta Vulgaris Root Powder, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Lactic Acid, Citric Acid, Dehydroacetic Acid (and) Benzoic Acid (and) Benzyl Alcohol, Fragrance/Parfum, Citral, Limonene, Linalool.

Composição Condicionador em Barra Cachos - Lola Cosmetics (No Poo): Cetearyl Alcohol, Behenamidopropyl Dimethylamine, Sea Water, Hydrogenated Farnesene, Aqua, Citrus Sinensis Peel Oil Expressed, Lactic Acid, Citric Acid, Fragrance/Parfum, Citral, Limonene, Linalool.



As Máscaras Super Poderosas Hidratação, Nutrição e Reconstrução - Widi Care


Se você está procurando um super-cronograma capilar, vem ver o que a Widi Care aprontou! São 3 máscaras para um cronograma completinho. A hidratação tem ácido hialurônico, óleo de rosa Mosqueta, Pantenol e Sodium PCA. A Nutrição tem óleos de ucuuba, coco, cenoura e girassol. Por último, a Reconstrução tem proteínas vegetais de arroz e soja, extrato de chia e aminoácidos. Tudo liberado para Low Poo e No Poo.


As Máscaras Super Poderosas Hidratação (Low Poo), Nutrição e Reconstrução (Liberadas para No Poo)- Widi Care

Ingredientes As Máscaras Super Poderosas Hidratação (Low Poo), Nutrição e Reconstrução (Liberadas para No Poo)- Widi Care 


Composição As Máscaras Super Poderosas Hidratação - Widi Care (Low Poo): Aqua (Water), Cetearyl Alcohol, Cetearyl Alcohol / Behentrimonium Methosulfate - Propylene Glycol - PPG-3 Caprylyl Ether - Cetrimonium Chloride - Isopropyl Myristate, Glycerin, Orbignya Oleifera Seed Oil - Rosa Rubiginosa Seed Oil - Phenoxyethanol (and) Caprylyl Glycol, Panthenol, Sodium Hyaluronate - Amodimethicone (and) Trideceth-12 (and) Cetrimonium Chloride, BHT, Disodium Edta - Sodium PCA, Citric Acid - Fragrance (Parfum), Benzyl Salicilate / Hexyl Cinnamal Linalool / Limonene / Coumarin / Benzyl Benzoat / Citral / Benzyl Alcohol / Citronellol / Amyl Cinnamal / Geraniol.

Composição As Máscaras Super Poderosas Nutrição - Widi Care (No Poo): Aqua (Water), Cetearyl Alcohol, Cetearyl Alcohol (and) Behentrimonium Methosulfate - Propyleneglycol - Virola Surinamensis Seed Butter  - Cetrimonium Chloride - Isopropyl Myristate, Orbignya Oleifera SeedOil, Daucus Carota Sativa Seed Oil, Helianthus Annus (Sunflower) Seed Oil (Óleo de Girassol) - Phenoxyethanol (and) Caprylyl Glycol - Polyquaternium-7 - Cocos Nucifera Oil Óleo de Coco) - PEG 90M, Citric Acid, BHT, Disodium Edta - Fragrance (Parfum), Hydroxycitronellal / Citronellol / Coumarin / Benzyl Salicylate / Geraniol.

Composição As Máscaras Super Poderosas Reconstrução - Widi Care (No Poo): Aqua (Water), Cetyl Alcohol, Cetearyl Alcohol / Behentrimonium Methosulfate - Propylene Glycol, Cetrimonium Chloride - Isopropyl Myristate, Orbignya Oleifera Seed Oil (Óleo de Coco Babaçu) - Phenoxyethanol (and) Caprylyl Glycol - PEG 90M, Salvia Hispanica Seed Extract - Water / Kappaphycus Alvarezii Extract (Algas Vermelhas) / Laminaria Saccharina Extract (Algas Castanhas) / Hydrolyzed Rice Protein (Proteína do Arrroz) / Hydrolyzed Soy Protein (Proteína da Soja) / Glycine, BHT, Disodium Edta - Fragrance (Parfum), Linalool / Benzyl Salicylate / Hydroxyisohexyl 3-Cyclohexene Carboxaldehyde / Limonene / Citral/ Geraniol / Citronellol.


Máscara e Ativador de Cachos Alói - Kairós


A Kairós é uma marca indie vegana e seus dois primeiros produtos já estão disponíveis para venda. Estamos falando da Alói Mask Vegan, a máscara com ingredientes das três etapas do Cronograma Capilar e o Alói Curly Vegan, um finalizador focado na retenção da curvatura depois da finalização.


Máscara e Ativador de Cachos Alói - Kairós (No Poo)

Ingredientes Máscara e Ativador de Cachos Alói - Kairós (No Poo)


Composição Máscara Alói Mask Vegan - Kairós (No Poo): Aqua, Aloe Barbadensis Leaf Extract (Babosa), Sorbitol, Glycerin, Stearyl Alcohol, Cetearyl Alcohol, Behenamidopropyl Dimethylamine, Xylitol, Camellia Sinensis Leaf Extract, Tocopheryl Acetate (E), Sodium Ascorbyl Phosphate (C), Butyrospermum Parkii Butter (Manteiga de Karité), Cocos Nucifera Oil (Óleo de Coco), Brassicamidopropyl Dimethylamine, Prunus Amygdalus Dulcis Oil, Hydrolyzed wheat protein (Proteína do Trigo), Macadamia Ternifolia Seed Oil (Óleo de Macadâmia), Calcium Pantothenate (B5), Humulus Lupulus Extract, Citrus aurantium bergamia (Óleo Essencial de Bergamota), Potassium Sorbate, Citric Acid, Citral, Limonene and Linalool.

Composição Ativador de Cachos Alói Curly Vegan - Kairós (No Poo): Aqua, Aloe Barbadensis Leaf Extract (Babosa), Gossypium Herbaceum Seed Oil (Óleo de Algodão), Olea Europaea Fruit Oil (Óleo de Oliva), Cocos Nucifera Oil (Óleo de Coco), Stearyl alcohol, Behenamidopropyl Dimethylamine, Cetyl Alcohol, Cetearyl Alcohol,  Butyrospermum Parkii Butter (Manteiga de Karité), Sodium Ascorbyl Phosphate (C), Tocopheryl Acetate (E), Camellia Sinensis Leaf Extract, Behentrimonium Chloride, Glycerin, Polyquaternium-37, Calcium Pantothenate (B5), Sodium Ascorbyl Phosphate (C), Humulus Lupulus Extract, Polyquaternium-10, Citrus aurantium bergamia (Óleo Essencial de Bergamota), Potassium Sorbate, Citric Acid, Citral, Limonene and Linalool.


Óleo de Coco - Acquaflora (Low Poo)


A linha Sol, Mar e Piscina ganhou um novo integrante. Estamos falando do óleo de coco que pode ser usado para proteção e finalização dos fios. O produto tem óleo de coco, um emoliente, silicones e fragrância para deixar os fios macios e perfumados. Produto liberado para Low Poo.

Óleo de Coco - Acquaflora (Low Poo)

Ingredientes Óleo de Coco - Acquaflora (Low Poo)


Composição Óleo de Coco - Acquaflora (Low Poo): Cyclopentasiloxane, Dimethiconol, Isopropyl Myristate, Cocos Nucifera Oil, Parfum, Ethylhexyl Methoxycinnamate, BHT.


Low Poo e No Poo: Proibidos que não são proibidos


Agradecemos às marcas Lola, Widi Care, Kairós e Acquaflora pelo acesso não-burocrático às composições de seus lançamentos.

Quando falamos de Low Poo e No Poo, uma das primeira coisas que passam pela nossa cabeça é a palavra "proibido".

A cultura da "proibição" é bastante forte dentro destas técnicas, mas a radicalização do discurso acaba deixando certas relativizações (necessárias) de fora.

Todo mundo fala que os "sulfatos" são proibidos para Low Poo e No Poo - por exemplo.

Mas essa proibição não é absoluta, por incrível que pareça. Os sulfatos são proibidos para as técnicas porque são detergentes muito agressivos, e é nisso que se esconde uma exceção a esta proibição.

Quando aparecem em produtos de condicionamento, tratamento e finalização, os sulfatos não são proibidos, pois são utilizados como emulsificantes e não como detergentes.

O correto seria dizer, portanto, que os sulfatos são proibidos para Low Poo e No Poo em shampoos.

Outra confusão bastante comum é a dos parabenos.

Talvez pela confusão com o Curly Girl Method, muitas pessoas acham que os parabenos são proibidos para Low Poo e No Poo.

Parabenos são 100% solúveis em água e 100% enxaguáveis. Eles não penetram e nem se prendem aos cabelos e, por isso, não são proibidos nem para Low Poo e nem para No Poo.

Nos links abaixo, você encontra alguns posts que exploram melhor e de forma mais técnica esses assuntos.

Você sabia que os parabenos são liberados e que os sulfatos nem sempre são proibidos? conta para a gente aqui nos comentários!



sábado, 3 de abril de 2021

O que é Parabeno | É Proibido para Low Poo e No Poo?

Compartilhe:
O que é parabeno - Parabenos Mitos e Realidade

Parabenos Mitos e Realidade: O que é parabeno e por que dizem que é proibido?




Se você está começando a se interessar por cuidados capilares, deve ter encontrado uma série de conteúdos sobre "liberados" e "proibidos" e pode estar se perguntando "O que é parabeno?".

Esses termos, bastante usados no dia-a-dia de quem faz Low Poo ou No Poo, podem causar um pouco de confusão.

O Cabeleira em Pé é o maior blog especializado em Low Poo e No Poo do Brasil, e hoje vamos falar sobre um mito bastante comum nessa comunidade.

Quantas vezes você já ouviu uma pessoa dizendo assim: "Esse produto é liberado para Low Poo porque não tem sulfato, nem petrolato, nem parabeno"?

A generalização é um erro bastante comum de pessoas que não entendem das técnicas.

Estas pessoas não estudaram, se aprofundaram pouco e acabam ensinando errado para quem está começando.

Assim como sulfatos nem sempre são proibidos para Low Poo e No Poo (clique aqui para entender), parabenos não são proibidos para Low Poo e No Poo.

Hoje, vamos te explicar: o que é parabeno, para que são usados em cosméticos e onde a confusão começou com os parabenos (mitos e realidade).

Vamos nos aprofundar nesse conhecimento e combater a desinformação?



Parabeno, o que é?


Os parabenos são um grupo de substâncias classificadas como conservantes.²

São usados em cosméticos para proteger o produto da ação nociva de micro-organismos.²

É graças a substâncias conservantes que podemos comprar cosméticos com validades longas (muitas vezes mais de um ano) e podemos deixá-los fora da refrigeração.

Já pensou que estranho ter que pegar seu shampoo e condicionador na cozinha antes de ir para o banho?

Por mais que os parabenos não sejam os únicos conservantes, eles são bastante utilizados em função das extensas pesquisas a respeito de sua eficácia e segurança, são ingredientes acessíveis e tem capacidade de acabar com muitos tipos diferentes de micro-organismos (qualidade chamada de "amplo espectro").²

Os parabenos são biodegradáveis² e, inclusive, encontrados na natureza, em algumas espécies de baunilha e frutas silvestres.



Parabenos: Mitos e Realidade


Agora que falamos de parabeno, o que é e para que serve, podemos discutir outra questão importante.

Você provavelmente já ouviu alguém dizendo que existe um estudo científico que relacionou parabenos com câncer de mama, não é mesmo?

Mas, o que você diria, se a gente te contasse que os autores do estudo esclareceram todos os pontos confusos, ao verem que sua pesquisa estava sendo usada fora de contexto em tom de fake-news para semear o pânico?

Essa parte ninguém te conta! A Dra Philippa D. Darbre e colegas que escreveram o artigo com ela, publicaram o seguinte esclarecimento, um tempo depois da publicação das interpretações equivocadas de seu artigo circularem em grandes jornais e revistas do mundo:

“Nowhere in the manuscript was any claim made that the presence of parabens had caused the breast cancer, indeed the measurement of a compound in a tissue cannot provide evidence of causality.”¹

Em tradução livre, o que o texto diz é: em nenhum ponto do manuscrito foi feita qualquer afirmação de que a presença de parabenos causou câncer de mama, na verdade a presença de uma substância em um tecido não é evidência de causalidade.

A matéria sensacionalista que afirmou que os cientistas disseram que os parabenos causavam câncer viralizou, mas a resposta dos cientistas, infelizmente, não atingiu nem metade das pessoas que leram o material desinformativo.

E foi assim que nasceu o mito de que os parabenos causam câncer.


Mas... e as alergias a Parabenos? Mitos e Realidade


Os ingredientes usados em cosméticos, assim como os alimentos, podem provocar alergias.

Entretanto, o índice de alergia a parabenos é bem menor do que muitas pessoas pensam.

Quantas crianças você conhece que têm alergia a ovos?

Estudos apontam que a alergia aos parabenos é semelhante aos números de crianças alérgicas a ovos, menos de 1%.³

As fragrâncias, por exemplo, costumam ter um potencial alérgeno maior do que os conservantes.



Parabenos: Mitos e Realidade sobre atividade endócrina


Outro discurso comum na vilanização dos parabenos é a atividade estrogênica que a substância poderia produzir.

Os parabenos têm, de fato, atividade estrogênica,⁴ mas é preciso colocar isso em perspectiva.

Todos os dias podemos entrar em contato com substâncias muito mais 'estrogênicas' do que os parabenos, sem nenhuma campanha contra o uso destes produtos.

Por exemplo, o etinilestradiol - usado em contraceptivos - é dois milhões de vezes mais "potente" que o butilparabeno.

Vários alimentos contém naturalmente fitoestrógenos, os da soja - por exemplo - são 200 vezes mais potentes que o propilparabeno.

Se você usa pílula anticoncepcional ou come alimentos derivados de soja - talvez o parabeno não seja um problema tão grande na sua vida.

A "potência" da atividade estrogênica dos parabenos é de dez mil vezes menos a dois milhões e meio de vezes menos potente que o estrogênio in vitro (ou seja, em testes fora do corpo).

Os testes in vivo (dentro de um corpo) mostram que essa "potência" é ainda menor. Ela varia de cem mil vezes menos a totalmente inativo - e aqui, os parabenos foram injetados dentro da pele. Em produtos aplicados na superfície da pele espera-se - logicamente - uma atividade ainda mais baixa.



Parabenos são liberados ou proibidos para Low Poo e No Poo?


Essa é uma pergunta bastante comum. Muitas pessoas pensam que parabenos são proibidos para Low Poo e No Poo.

Parabenos são 100% solúveis em água e 100% enxaguáveis. Não são proibidos nem para Low Poo e nem para No Poo.

Há, muitas vezes, uma confusão entre o Curly Girl Method (o método de cuidados da Lorraine Massey),  e as "regrinhas" do No Poo e do Low Poo.

Você sabia que Lorraine Massey não inventou o Low Poo? Entenda.

No C.G.M. o uso de parabenos é proibido, baseado nas interpretações equivocadas do estudo da Dra. Philippa D. Darbre e colegas.

Nas técnicas Low Poo e No Poo, como o foco é na diminuição das agressões que o cabelo sofre diariamente, os parabenos não oferecem nenhum risco.

Os parabenos não são proibidos nestas técnicas, justamente porque não causam nenhuma agressão, não danificam o cabelo, são absorvidos pelos fios e não causam build up (acúmulo de resíduos no cabelo). Se você não sabe o que é acúmulo de resíduos no cabelo, clique aqui para conferir.

Você pode escolher não usar os parabenos, ou algum outro ingrediente que você quer evitar, por qualquer motivo, mas (no caso dos parabenos) eles não são proibidos para essas duas técnicas.

É confuso, a gente sabe, porque tem muita gente que fala de Low Poo e No Poo sem se aprofundar, mas aqui no Cabeleira em Pé, Low Poo e No Poo, pode confiar, as técnicas são nossa especialidade (e paixão) há mais de 5 anos.

Por esse motivo a gente escreveu, com a Diana da Liga das Crespas e Cacheadas, que aparece na foto no início desse post, um ebook com 10 mitos sobre Low Poo e No Poo - incluindo as informações que você leu aqui sobre os parabenos, mitos e realidade.

Se você quer fazer bonito e desmistificar ainda mais sobre as técnicas, clique no banner aqui embaixo e baixe gratuitamente nosso ebook de mitos sobre Low Poo e No Poo.

Link Afiliado LCCMITOS:

__________

Referências


¹ Darbre, P. D., Pope, G. S., Coldham, N. G., Aljarrah, A., Miller, W. R., & Sauer, M. J. (2004). Reply to Robert Golden and Jay Gandy. Journal of Applied Toxicology, 24(4), 299–301. https://doi.org/10.1002/jat.986
² Coelho, C. S. (2013). Parabenos : convergências e divergências científicas e regulatórias. Dissertação para título de Mestre em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária. Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências da Saúde.
³ Silva, Rayne Louise Fernandes. (2016) Alergias Alimentares: Uma Revisão Integrativa Com Foco Sobre As Proteínas Do Leite E Do Ovo. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao curso de graduação em Nutrição da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, como requisito final para obtenção do título de Graduação em Nutrição.
⁴ EJ Routledge, J Parker, J Odum, J Ashby & JP Sumpter. (1998). Some alkyl hydroxy benzoate preservatives (parabens) are estrogenic. Toxicol Appl Pharmacol., 153(1):12-9

terça-feira, 30 de março de 2021

Resenha Máscara Kairós | Alói Mask Vegan

Compartilhe:
Resenha Kairós - Máscara Alói Mask Vegan

Alói Mask Vegan - Resenha completa da Máscara da Kairós

Resenha Máscara Kairós Alói Mask Vegan - Recebido da Loja Dermabox.



Vamos conhecer uma marca nova? Quem gosta de novidade, pode pegar seu café, seu chazinho, uma água geladinha porque hoje a gente vai falar de novidade.

Estamos falando de Kairós Biocosméticos, uma marca fundada em 2020, com o objetivo de criar produtos que não agridem os cabelos e reduzem o impacto no meio ambiente.

Kairós vem do grego e se refere a um tempo não-cronológico, um tempo qualitatitivo, de surpresa, de  oportunidade...

Os dois primeiros lançamentos da Kairós, a máscara e o ativador de cachos, já estão estão disponíveis e foram enviados para o Cabeleira em Pé pela Dermabox Cosméticos, nossa super parceira que é uma loja online especializada em No Poo e Low Poo.

Um valor importante tanto dentro da Kairós quanto da Derma é a bandeira do empoderamento feminino, que serviu como ponto de contato entre as duas empresas que são, hoje, parceiras comerciais, para a nossa alegria.

Falaremos hoje da Máscara Alói Vegan da Kairós. Se você está se perguntando o que é Alói, nós também questionamos a marca e descobrimos através da Kairós que a palavra é grega, e significa: aloe, um dos ingredientes da máscara: a babosa.

Nossa resenha contará com diversos pontos de discussão, incluindo: pH, embalagem, se a Máscara Kairós é liberada para No Poo e Low Poo, se a fórmula é vegana, quais são os ingredientes da composição, o modo de usar, foto e descrição do resultado e onde encontrar para comprar.

Quer descobrir todos os detalhes da Máscara Alói Mask Vegan da Kairós, incluindo composição detalhada? Segue lendo a resenha que a gente te conta isso e muito mais!



pH: 4,5 - 5,5


Você costuma observar o pH dos produtos que você usa no cabelo?

Muitas pessoas têm esse cuidado porque o pH é um dos fatores que pode influenciar a aparência dos cabelos. ¹,² 

O pH da Alói Mask Vegan é levemente ácido, em uma faixa entre 4,5 e 5,5 - mas, isso sozinho não fala muito, não é mesmo?

Por isso, vamos te contar algumas vantagens dessa faixa de pH.

Em faixas de pH levemente ácido, a distribuição de carga eletrostática do fio se mantém sem alterações (o que é bom, pois reduz a chance de frizz).  ²

Em pHs entre 4 e 6 o cabelo mantém sua maior resistência mecânica a úmido,² ou seja, é a faixa de pH em que os cabelos estão menos fragilizados enquanto molhados.

Acidez leve previne, ainda, o inchaço dos fios¹, ² (combatendo a entrada excessiva de água) e aperta as escamas da cutícula umas contra as outras induzindo o brilho. ¹


Produto Vegano liberado para No Poo, Low Poo e cowash em outubro/2020


Ingredientes da composição da Máscara Kairós (Alói Mask Vegan)

A Kairós iniciou suas atividades preocupada com o respeito à vida, às pessoas e ao meio ambiente, e com essa diretriz-norteadora, não poderia ser diferente, a marca já nasce vegana.

Nenhum de seus produtos é testado em animais e nenhum deles têm ingredientes derivados de animais.

A Alói Mask Vegan ainda é livre de petrolatos - os ingredientes oclusivos de petróleo - e todo tipo de silicones, sendo adequada para 1. Low Poo, 2. No Poo e até 3. co wash.

A primeira é uma técnica em que shampoos tradicionais são substituídos por opões sem surfactantes agressivos, na segunda os shampoos são substituídos por alternativas super-delicadas de limpeza e o terceiro é uma técnica de higienização que utiliza cremes "liberados" para lavar o couro cabeludo e fios.

Link ACW01:

Embalagem


Potão, boca larga, fácil de pegar com sua espátula ou colher, fácil de ver quanto ainda tem no pote, e quando chega no final, não tem desperdício: você usa até a última porção.

O Pote da Alói Mask Vegan é cilíndrico, em plástico branco flexível.

A tampa é resistente e abre com apenas um quarto de volta.

A máscara tem 500g.



Composição Máscara Kairós: Alói Mask Vegan


Máscara Kairós Low Poo, No Poo e Co wash - Alói Mask Vegan

Sabemos que uma das primeiras perguntas que vocês fazem quando veem uma resenha de máscara aqui no blog é: qual é a etapa do cronograma que ela se encaixa?

Vocês vão ver que a Máscara da Kairós é riquíssima em ingredientes de Hidratação e Nutrição, mas tem ingrediente de reconstrução nessa mistura também... então, a Alói Mask Vegan não pode ser encaixada exclusivamente em uma etapa do CC.

Entre os ingredientes hidratantes, aqueles que atraem umidade e prendem ela junto aos fios temos 5 representantes:

  1. Aloe Barbadensis Leaf Extract: extrato natural de babosa, rico em sacarídeos e ação hidratante;⁵
  2. Sorbitol: adoçante com ação higroscópica (atrai e prende água);
  3. Glycerin: um clássico, um dos umectantes (hidratante) mais famosos usados em cosméticos;
  4. Xylitol: outro adoçante com poder de atrair e prender água;
  5. Calcium Pantothenate: sal da vitamina B5, também tem ação hidratante.


No papel dos emolientes, aquelas substâncias que ajudam a amaciar e deixar a superfície do cabelo mais sedosa, estão dois álcoois graxos: o Stearyl Alcohol e o Cetearyl Alcohol.

Óleos vegetais também podem ser usados como emolientes. Todos os óleos escolhidos pela Kairós são óleos que penetram na fibra do cabelo, ricos em ácidos graxos saturados e monoinsaturados,³ são eles:

  1. Manteiga de karité;
  2. Óleo de coco;
  3. Óleo de amêndoas doces;
  4. Óleo de macadâmia.


A fórmula tem ainda extratos vegetais de chá verde, lúpulo e óleo essencial de laranja-bergamota.

Além disso, outro ingrediente derivado de um vegetal é a proteína hidrolisada de trigo, um ingrediente da etapa de reconstrução que ajuda a reforçar a estrutura dos fios.

Não se faz uma boa máscara sem a presença de agentes condicionantes. Na fórmula da Alói Mask Vegan, a Kairós colocou duas alquil-aminas, agentes condicionantes modernos, com aquele efeito desmaia-cabelo e baixo impacto para o meio ambiente:⁴ Behenamidopropyl Dimethylamine e Brassicamidopropyl Dimethylamine.



Segue abaixo a transcrição de todos os ingredientes da Máscara da Kairós.

Costumamos classificar cada um dos ingredientes, assim você pode saber o que cada substância faz quando aplicada no seu cabelo.

Algumas destas classificações têm links onde se explica melhor o conjunto de ações e benefícios de determinados ingredientes.

Outros insumos ficam riscados (assim) apenas por serem ingredientes cuja ação não é percebida na aparência dos fios. Mas, não se engane, estas substâncias são importantes para a experiência e segurança do produto -  como fragrâncias e conservantes.

Ingredientes Máscara Alói Mask Vegan - Kairós


Composição Máscara da Kairós - Alói Mask Vegan (Low Poo e No Poo)

Aqua: Agua.

Aloe Barbadensis Leaf Extract: Extrato de babosa. Umectante. Ingredientes que atrai e prende umidade.

Sorbitol:  Umectante. Ingredientes que atrai e prende umidade.

GlycerinUmectante. Ingredientes que atrai e prende umidade.

Stearyl Alcohol: É um álcool que amacia e condiciona cabelos. Emoliente. Emulsificante.

Cetearyl Alcohol: É um álcool que amacia e condiciona cabelos. Emoliente. Emulsificante.

Behenamidopropyl DimethylamineAgente CondicionanteSurfactante Catiônico. Emulsificante. Alquil-amina.

Xylitol:  Umectante. Ingredientes que atrai e prende umidade.

Camellia Sinensis Leaf Extract: Extrato de chá verde.

Tocopheryl Acetate: Precursor da vitamina E. Antioxidante.

Sodium Ascorbyl Phosphate: Derivado estável da vitamina C. Antioxidante.

Butyrospermum Parkii Butter: Manteiga de karité.

Cocos Nucifera Oil: Óleo de coco.

Brassicamidopropyl DimethylamineAgente CondicionanteSurfactante Catiônico. Emulsificante. Alquil-amina.

Prunus Amygdalus Dulcis Oil: Óleo de amêndoas doces.

Hydrolyzed Wheat Protein: Proteína do trigo. Agente Condicionante. Agente condicionante proteico.

Macadamia Ternifolia Seed Oil: Óleo de macadâmia.

Calcium Pantothenate: Antioxidante. Umectante.

Humulus Lupulus Extract: Extrato de lúpulo.

Citrus Aurantium Bergamia: Óleo essencial de bergamota.

Potassium Sorbate: Fragrância. Conservante.
Citric Acid: Regulador de pH.
Citral: Fragrância.
Limonene: Fragrância.
Linalool: Fragrância.

Nosso perfil no Instagram está cheio de dicas imperdíveis. Segue a gente! Instagram do Cabeleira em Pé: Clique Aqui!

Aparência geral (Textura, cor e cheiro) 


Alói Mask Vegan - Máscara Kairós liberada para Low Poo, No Poo e co wash (fórmula vegana)

Quando a gente fala de máscara, normalmente espera texturas mais espessas, não é verdade?

A Alói Mask Vegan tem esse tipo de consistência: firme e densa, não cai do pote se você virar a embalagem.

Mesmo depois de emulsionar com a água, no cabelo, ela não escorre.

O perfume que a Kairós escolheu é bem cítrico e fresco, provavelmente em função do óleo essencial de laranja-bergamota.


Modo de uso Alói Mask Vegan - Kairós


A Alói Mask Vegan é um multifuncional e pode ser aplicado das seguintes maneiras:

  1. Máscara: aplicar nos fios molhados e limpos, enluvar e pausar por 5 a 10 minutos. Enxaguar.
  2. Pré shampoo: Aplicar nos fios secos, antes de lavar, e deixar agir por no mínimo 30 minutos. Lavar com shampoo e seguir normalmente a rotina.
  3. Tratamento Noturno: Aplique nos cabelos secos antes de dormir e lave ao acordar.

Resultado Máscara Kairós

Resultado Alói Mask Vegan - Kairós



Na hora de escolher o resultado para fotografar para a resenha, não resistimos à sugestão mais "diferentona" da Alói Mask Vegan.

Na foto, é possível perceber o resultado do uso da máscara da Kairós como tratamento noturno.

Nessa modalidade de tratamento é preciso uma quantidade um pouco maior de produto, mas o resultado parece proporcional.

Os fios ficaram brilhantes, macios e cheirosos.

As curvas também ficaram marcadas e definidas.




Onde encontrar Kairós para comprar?


Onde encontrar para comprar a Máscara Liberada da Kairós - Alói Mask Vegan

Gostou da proposta dos produtos d Kairós? Você encontra todos eles na Dermabox Cosméticos.

Além da máscara, a Derma tem também o ativador de cachos, e um combo (com desconto) dos dois produtos.

Na Dermabox você encontra uma seleção de marcas escolhidas por uma curadoria de especialistas que avaliam uma série de pontos, entre eles a composição dos produtos.

Por isso, no site da Derma você encontra selinhos que identificam se um produto é vegano e liberado para Low Poo ou No Poo.

Assim fica mais fácil comprar liberados, sem medo de errar.


__________

Referências


¹ Kumar, A. & Mali, R. R. (2010). Evaluation of prepared shampoo formulations to compare formulated shampoo with marketed shampoos. International Journal of Pharmaceutical Sciences Review and Research v03 e01.
² Mainkar, A. R. & Jolly, C.I. (2001). Formulation of natural shampoos. International Journal of Cosmetic Science v23 e01.
³ Davis-Sivasothy, Audrey. (2011). The Science of Black Hair: A Comprehensive Guide to Textured Hair. SAJA Publishing Company.
⁴ Minguet, M., Subirats, N., Castán, P. and Sakai, T. (2010), Behenamidopropyl Dimethylamine: unique behaviour in solution and in hair care formulations. International Journal of Cosmetic Science, 32: 246–257.
⁵ Dal’Belo, S. E., Rigo Gaspar, L., & Berardo Gonçalves Maia Campos, P. M. (2006). Moisturizing effect of cosmetic formulations containing Aloe vera extract in different concentrations assessed by skin bioengineering techniques. Skin Research and Technology, 12(4), 241–246. https://doi.org/10.1111/j.0909-752X.2006.00155.x