terça-feira, 10 de maio de 2016

Termos técnicos: Agente condicionante

Compartilhe:
Desenho de criança feito com giz de cera. Rapunzel está na torre e o príncipe sobre usando a trança da princesa como corda. A torre está entre duas altas árvores.

No Cabeleira em Pé, as resenhas de produtos para pele e cabelo analisam as funções dos componentes de suas fórmula.

Alguns dos termos técnicos utilizados não são comuns de se ver.

Usamos alguns destes termos em nossas resenhas e por esse motivo surgiu a categoria Termos Técnicos aqui no Cabeleira em Pé.

O termo a ser aprofundado nesta postagem é: Agente Condicionante


O que são substâncias Condicionantes?


Devo usar um condicionador depois do creme de tratamento?

Em química, condicionar é melhorar a qualidade de um material.

Já para a indústria cosmética trata-se de fazer com que o cabelo ou pele recobre a aparência que ele tinha antes de sofrer danos externos.

O uso de shampoo, pente, secador, descolorante, chapinha, permanente, rabo de cavalo são exemplos de como danificamos os cabelos.

O cabelo saudável é macio, resiliente (dá para puxar e soltar que ele volta a sua forma original), e fácil de desembaraçar.¹

É para recuperar estas propriedades que precisamos recorrer às substâncias condicionantes em nossos produtos de cuidado diário.

Algumas pessoas usam Vinagre de maça como condicionador
Será que outro tipo de vinagre também funciona?

As principais formas de condicionamento são:

Diminuir a eletricidade estática


Cabelos danificados ficam negativamente carregados.

Dessa forma os fios se repelem (como quando tentamos encostar duas faces negativas de ímãs, sabe?)

Surge assim o temido frizz.

Por isso, agentes condicionantes depositam cargas positivas (que são atraídas pelas cargas negativas dos fios). Diminuindo a eletricidade estática e contribuindo para a diminuição do frizz.

Facilitar da manipulação dos cabelos


Já notou como é complicado pentear os cabelos quando se usa só shampoo?

Outra função dos agentes condicionantes é a de facilitar esse trabalho.

Ao diminuir o atrito entre os fios, estes ingredientes facilitam o desembaraçar ou desenozar mesmo.

Esse atrito é diminuído com o preenchimento das microfissuras de cada escama, suavizando o comprimento dos fios.

Aumentar o brilho


A luz reflete melhor em cabelos com escamas fechadas.

Agentes condicionantes forçam esse fechamento, aumentando a aderência da cutícula com a escama e criando um fino filme ao redor de cada fio.

Diminuir pontas duplas


As temidas pontas duplas são "coladas" temporariamente por agentes condicionantes.

Melhorar a flexibilidade


Quando um cabelo sem tratamento é dobrado, as escamas da cutícula se levantam o que pode ocasionar quebra do fio.

Um cabelo condicionado não apresenta esse comportamento, evitando a quebra.

Gostando do conteúdo? Segue a gente! Instagram do Cabeleira em Pé: Clique Aqui!

E quanto tempo dura isso?


Infelizmente, esse (re)condicionamento é temporário.

Os efeitos são percebidos apenas enquanto os agentes condicionantes estiverem ligados aos fios.

Normalmente, perdem-se as características sensoriais dos agentes condicionantes já na lavagem seguinte.¹

Tipos e exemplos de agentes condicionantes



Não deixe de nos integrar à sua rede social favorita: 

___________________
Texto baseado no livro:
 Draelos, Z. D. (2004). Hair Care: An Illustrated Dermatologic Handbook. CRC Press.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...