sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Shampoo Sem Sulfato no Bem Estar 07/10/2016

Compartilhe:


Breve Comentário sobre o programa Bem Estar da Globo, que falou de Shampoos Sem Sulfato e sobre Petrolatos em 7/10/2016


Alguns trechos do programa podem ser conferidos no link abaixo:


Para quem perdeu, o matutino Bem Estar da Globo abordou alguns temas pertinentes às rotinas No Poo e Low Poo. O tema mais discutido foi o do Shampoo Sem Sulfatos.

Infelizmente na matéria publicada no G1, o programa não está na íntegra, mas a gente conta pra você como foi.


A gente avisou no twitter, Instagram e Facebook que o programa estava começando. Você não segue a gente ainda? Bora seguir a gente? Assim você não perde a próxima: 

Há quem critique o programa como um todo, outros criticam posições sobre esse ou aquele assunto. 

Não acompanho o programa diariamente e hoje, por coincidência vi uma chamada falando sobre o tema “Shampoo sem Sulfatos”. Confesso que rolou um arrepio.

Pensei no que já falaram sobre No Poo e Low Poo na mídia, pensei: Vamos ser massacrados, DE NOVO!

Tá difícil encontrar shampoo liberado para Low Poo? Veja 7 opções de shampoos sem sulfato que podem ser encontradas em Supermercados e Farmácias.

Só que dessa vez não foi bem assim.

O programa não falou sobre No Poo e Low Poo. Focou mais na higienização dos fios e couro cabeludo e na comparação entre shampoo tradicional e Sem Sulfato.

Quer ver outras respostas do Cabeleira em Pé à este tipo de matéria? Escolha um dos links abaixo:


Pontos Positivos


  • A repórter diz, na primeira matéria externa: “Sem sulfato limpa também”. Meu frio na barriga diminuiu;
  • Quando apresentaram as meninas para o bate papo eu adorei o fato de que não eram mulheres maquiadérrimas, magérrimas, eram gente comum como eu e vocês, falando de um produto que salvou os cabelos delas.
  • Gostei muito do fato de que o grupo se dividiu entre aquelas que só buscaram o shampoo sem sulfato por motivos estéticos e aquelas que tinham isso como filosofia para outras áreas da sua vida (alimentação saudável, cosméticos para a pele menos agressivos...). Isso mostra que o shampoo sem sulfato contempla mais de um estilo de vida.
  • A dermatologista deixa claro que o Shampoo convencional não faz mal à saúde, mas danifica o fio de cabelo.
  • A dermatologista disse que cada um deve conhecer o seu couro cabeludo. Nesse ponto eu achei que ela estava dizendo o que a formação dela impede ela de dizer "Testem e vejam se funciona";
  • A dermatologia trata como mito a frase de que "espuma é sinônimo de limpeza". Nesse ponto eu já estava com os olhos vidrados na TV;
  • Quando o químico mostrou fotos do cabelo sob microscópio, comparando o dano causado pelo shampoo com sulfato e o sem sulfato eu achei o máximo, porque a imagem causa bastante impacto. Você ver que o shampoo com sulfato tira “pedacinhos” do seu cabelo é chocante.
  • A dermatologista disse que o condicionador tem potencial de limpeza sim, mas inferior ao shampoo, e essa parte não tem nos vídeos do G1, que saco!;
  • A dermatologista afirmou usar Shampoo Sem Sulfato. Aí eu já pensei "Tu faz Low Poo e não quer contar porque tuas colegas dermatologistas vão te massacrar";
  • A Apresentadora afirmou ter usado condicionador para lavar os fios durante a infância;
  • O químico afirmou que os petrolatos estão sendo substituídos por outros agentes oclusivos mais modernos (entre eles as ceramidas, a queratina e extrato de quinoa), ele disse isso interrompendo o apresentador que disse “Então tudo OK com o petrolato?”, confesso que vibrei, achei o máximo ele corrigir o apresentador, dizendo ainda que os petrolatos deixam o cabelo pesado, emplastrado e que estão em desuso.
  • Conselho da dermatologisto para o Neymar: “Faça uma hidratação entre uma química e outra”. #morri


Crescimento Capilar também depende da escolha de um bom Shampoo. Descubra aqui o motivo para escolher um Shampoo Sem Sulfato.

Pontos Polêmicos


  • Uma telespectadora pergunta sobre os “proibidos”. O papel da jornalista e da dermatologista foi o de informar que eles não são proibidos para a população geral. Mas acho que poderia ter ficado mais claro e que elas poderiam ter dito que eles são chamados de “proibidos” por quem faz determinadas técnicas de cuidados capilares que evitam o uso destes componentes.
  • "Cabelo mais oleoso precisa de Shampoo com sulfato”. Eis um ponto que muitas pessoas que leem o Cabeleira em Pé vão discordar com a posição da dermatologista. Estou entre essas pessoas pois meu cabelo ficou muito menos oleoso depois que aderi ao Low Poo, e quanto mais espaçadas ficam minhas lavagens com o shampoo (fazendo cowash), menos oleoso ele fica a longo prazo.
  • Apesar de polêmica, a colocação do apresentador de que o petrolato mantém a hidratação, proteção e brilho através de uma película sobre os fios é verdadeira. Lembrem-se que o problema do petrolato é o fato dele não ser retirado facilmente com shampoos sem sulfato. Evitamos os petrolatos nas rotinas No Poo e Low Poo justamente porque nossas alternativas de higienização não dão conta de “desintegrar” essa capa de proteção formada pelos “petrolatos”. Essa informação não ficou pela metade pois o químico esclareceu dizendo que o petrolato está sendo substituído por ingredientes mais naturais e avançados tecnologicamente;
  • Fala-se da tendência de desuso dos parabenos mas ninguém explica o porquê. Ninguém falou da alta incidência de alergias nem dos estudos contraditórios sobre a correlação entre estes conservantes e determinados tipos de câncer.
  • Shampoo no comprimento. Alguém falou de usar shampoo nas pontas do cabelo (não lembro quem foi), isso também causou burburinho porque as pontas viram uma farofa quando a gente abusa do shampoo nessa região. O shampoo é desenvolvido em especial para o couro cabeludo, tem (normalmente) o pH desta região do corpo e é necessário para a limpeza desta parte da epiderme. Se a pessoa quiser lavar as pontas com shampoo, tudo bem, só desejo boa sorte. #prontofalei

Descubra A verdade assustadora sobre o pH de shampoos no Brasil.

No final das contas...


Acho que, entre mortos e feridos, o programa não prestou um desfavor às técnicas.

Foi muito mais leve do que eu esperava. Não houve nenhuma crítica direta ao No Poo e Low Poo.

Houveram alguma informações passadas pela metade, mas o programa é super curto, espremido entre a Ana Maria Braga e a Fátima Bernardes, me admira que alguns assuntos não ficaram ainda mais resumidos.

Já vimos em outros meios de comunicação situações muito piores em que se dizia que não usar shampoo faz mal, que sulfato é essencial para a limpeza, fazendo parecer que somos um bando de pessoas neuróticas, obsessivas e fedorentas. Não foi o que ocorreu hoje.
As técnicas não foram citadas nominalmente na TV, mas na matéria do G1 elas foram citadas mais de uma vez: não entendi o porquê, talvez tenha a ver com a patente. 

Acho isso ótimo pois o que foi dito é suficiente para despertar a curiosidade. Quem se interessou procura mais informação sobre o assunto, e espero que encontre a informação correta.

E você, assistiu o programa? O que achou da abordagem? Conta pra gente!


Gostou deste material? Curta nossa página no Facebook e não perca nenhuma atualização do Cabeleira em Pé:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...