terça-feira, 30 de agosto de 2016

Resposta ao Artigo "Shampoo sem parabenos e sulfato faz mal aos cabelos" da Caras

Compartilhe:
Qual o melhor tipo de shampoo? com ou sem sulfato? com ou sem parabenos?

Quem já está fazendo No Poo (Sem Shampoo) e Low Poo (Shampoo Leve) há mais tempo já se acostumou com aquelas matérias que aparecem de tempos em tempos em portais de notícias, sabendo as manchetes de cor: "Petrolatos não fazem mal" diz um, "Não se pode viver sem shampoo" diz outro.

A vida segue e assim seguimos nós sem shampoos e sem petrolatos.


Esta é a segunda carta-resposta escrita pelo Cabeleira em Pé, a primeira foi mais trabalhosa. Confira neste link a Resposta ao artigo "O uso do petrolato e de outros derivados de petróleo nos cabelos" do Cosmética em foco.

A bola da vez é um texto da Caras.com.br e o material pode ser lido na íntegra aqui.

Como no nosso outro artigo de direito de resposta, este aqui seguirá a mesma lógica: apresentaremos os principais argumentos do texto em caixinhas cinza, seguidos de nossas considerações.

Shampoo sem Parabenos e Sulfato fazem mal aos cabelos, será?


PARABENOS: Fazem mal? Dá câncer? Provoca Alergia? É um desregulador endócrino? Mimetiza o estrogênio? Penetra no corpo através da pele? Faz mal pro meio ambiente? Descubra neste link.

Uso diário deles [parabenos e sulfato] é indispensável, mas cortar produtos feitos à base destes compostos químicos vai ressecar os fios e deixá-los mais secos. 

Podemos afirmar que ambos os insumos (Parabenos e Sulfatos) são substituíveis por alternativas mais modernas e menos agressivas - tornando-os bastante dispensáveis.

Existem no mercado surfactantes que (por terem cadeias carbônicas mais longas) não causam tanto dano e alergia quanto os Sulfatos, ressecando menos os fios do que os surfactantes tradicionais (sulfatos).

Os Parabenos, por sua vez, são uma classe de conservantes, existem muitos outros agentes antimicrobianos e antifúngicos menos polêmicos que podem substituí-lo sem grande esforço.

Clique nesse link para dicas de Produtos para o cabelo sem Parabenos.

Uma nova tendência no mundo da beleza está em alta. A "moda" agora é usar shampoos e condicionadores sem parabenos e sulfatos, substituindo eles por produtos mais naturais e eco friendly.

Existe realmente uma tendência no mercado de beleza que direciona a pesquisa de seus insumos para produtos menos agressivos.

Os produtos estão ficando cada vez mais alinhados com o pensamento de seus clientes que passaram a se informar mais sobre o que põe em contato com sua pele e cabelos.

A Factor-Kline divulgou as tendências para insumos cosméticos para os próximos anos. Confira neste link.

Achamos a escolha do termo "moda" bastante infeliz.

Os produtos sem Parabenos são uma realidade há muitos anos já que - além de muitas pessoas serem alérgicas a esta classe de conservantes - as pesquisas ainda não conseguiram entrar em consenso sobre a relação entre parabenos e câncer (como o de mama). ³

Na Europa em 2012 (quatro anos atrás) a Comunidade Europeia, recomendou a redução da concentração máxima dos derivados propilparabeno e butilparabeno pela metade em função de evidências toxicológicas.³

Através da Public consultation on Parabens in  the framework of Regulation, os europeu propuseram que os parabenos dos tipos isopropilparaben, isobutilparaben, fenilparaben, benzilparaben e pentilparaben fossem banidos e que a segurança dos derivados propilparaben e butilparaben fosse reavaliada.³
Não é porque alguém descobriu os cosméticos sem parabenos hoje que isso se torna moda. Isso só faz desse alguém uma pessoa desinformada.

Nem todo o produto sem sulfato é eco-friendly. A maior parte das pessoas que recorre aos produtos sem sulfatos, o faz por uma questão de preservação dos fios, já que os sulfatos causam danos aos mesmos (nos estenderemos mais sobre isso mais adiante).

É possível agredir menos o meio ambiente fazendo Sem Shampoo e Shampoo Leve. Aqui falamos de algumas 
 Vantagens de aderir às técnicas.

Todavia, estes dois [sulfatos e parabenos] são essenciais para a beleza e saúde dos fios, principalmente para quem tem cabelos ressecados e tingido (sic)

Parabenos não têm influência estética nenhuma nos cabelos portanto não são essenciais para a beleza e saúde dos fios. Eles apenas garantem que o produto não estrague na prateleira.

Os cabelos ressecados e/ou quimicamente tratados são mais susceptíveis a perdas de proteínas pois a cutícula de suas hastes já está danificada de forma irreversível. O uso de sulfatos agressivos como o Sodium Lauryl Sulfate (SLS) aumenta ainda mais este tipo de dano à queratina presente nos fios, devendo ter seu uso evitado.

Higienização Sem Sulfatos


  " O sulfato é essencial para limpar bem o couro cabeludo. É importante que os fios sejam limpos desde o couro, devido ao suor e poluição do ambiente, portanto, não indico que seja abolido totalmente. No entanto, ele também não precisa ser usado diariamente. Lave os fios de dois em dois dias e alterne com produtos sem sal. Assim, eles ficarão mais leves e sofrerão menos agressão”, comenta a terapeuta capilar Ana Paula Nesi, do Studio Sonia Nesi.

O papel do shampoo é - principalmente - a higienização do couro cabeludo, concordamos com esta afirmação da terapeuta capilar. Mas os surfactantes agressivos como o Sodium Laureth Sulfate (SLES) não são os únicos tensoativos no mercado.

O uso de produtos sem sal (que nem sempre são sem-sulfato) é indicado para cabelos quimicamente tratados. Os cabelos que não sofreram nenhum dano não apresentam nenhuma alteração quando tratados com shampoos sem sal em relação aqueles higienizados com shampoo com sal (NaCl).¹

Se a intenção é de agredir menos os fios, a alternativa mais sensata é a substituição dos sulfatos por alternativas menos agressivas.

Em relação aos parabenos, eles são necessários para livrar os produtos da ação dos microorganismos: “O que indico é que use os shampoos em pouca quantidade e apenas no couro cabeludo. Não esfregue até as pontas. Enxague bem, sem deixar resíduos”, afirma Ana Paula.

A Sra. Ana Paula explica com clareza qual a função dos parabenos. Entretanto, existe uma série de alternativas à esta classe de conservantes (parabenos), menos alérgicas e livres de dúvidas em relação à associação com desenvolvimento de câncer.

Apoiadíssima a posição de que shampoo foi feito para o couro cabeludo, até porque seu pH não costuma contemplar a acidez dos fios, fazendo com que as escamas da cutícula se abram desnecessariamente.

Descubra alguns Mitos sobre o pH dos Shampoos.

Sem sal é diferente de sem sulfato! 


Já o hairstylist Wagner Lisboa, do Esmell, afirma que os produtos "sulfato free", ou sem sal, não coneguem (sic) hidratar os fios, deixando-os mais ressecados. " Eeles (sic) têm uma ação adstringente, pouco hidratante, por isso não indico para quem tem escova progressiva ou outras químicas, pois este tipo de cabelo ainda vai sofrer mais com o ressecamento causado pelo sulfato”, comenta.


Sem Sal ou Sem adição de Sal se refere à abolição do uso de sal de cozinha (NaCl) como espessante em fórmulas cosméticas. Nos rótulos de cosméticos Sal e Sulfato são coisas completamente diferentes!

O sal é um espessante que, segundo pesquisa de 2010¹, piora o aspecto dos fios que passaram por tinturas, em especial as mechas castanho-claras. Segundo o mesmo artigo os cabelos virgens não apresentam nenhum dano adicional ao serem expostos ao shampoo com sal.

Os termos Sem Sulfato ou Sulfate Free se referem a ausência de determinados surfactantes agressivos da família dos Sulfos como o Sodium Lauryl Sulfate (SLS) e Sodium Laureth Sulfate (SLES) que, ao serem testados em laboratório, mostram-se mais agressivos à fibra capilar (usando-se teste de comparação de perda de proteínas entre surfactantes²) do que outros surfactantes.

Realmente, como o hairstylist afirma, os tensoativos suaves não são capazes de hidratar os fios mas os sulfatos também não o fazem. A hidratação não é função dos surfactantes (detergentes). Os agentes responsáveis pela hidratação são outros.

O que são agentes Hidratantes, Umectantes e Oclusivos?

Ao contrário do que foi sugerido, os shampoos sem sulfato são menos agressivos do que os tradicionais e são muito indicados para cabelos quimicamente tratados, já que o SLS e SLES causam maior perda proteica que outros surfactantes mais suaves.

A função do shampoo é de higienização, mas ela pode ser feita de forma menos agressiva usando produtos do tipo Sem Sulfato, que são os shampoos liberados para a técnica Shampoo Leve.

Quer ver outras respostas do Cabeleira em Pé à este tipo de matéria? Escolha um dos links abaixo:

Conclusão


Este tipo de texto acaba gerando confusão em quem está começando as técnicas, difundindo - ainda que sem nenhuma intenção - conceitos sem embasamento científico.

Apresentamos uma contra-argumentação baseada em estudos sérios, cujas referências se encontram no final deste texto e são sugestão de leitura para quem se interessar sobre o assunto.

Espero que o texto tenha dissipado quaisquer dúvidas daqueles que leram o artigo original da Caras e ficaram abalados.

Caso ainda exista alguma dúvida, use o espaço dos comentários para se manifestar, teremos prazer em ajudar.

E para descontrair, vamos usar o Boomerang do instagram da Sara do @cachosdesara que resume nossa reação ao ler o artigo pela primeira vez.

Um vídeo publicado por Sara. (@cachosdesara) em


Não deixe de curtir nossa Fanpage no Facebook


__________  
¹Zanatta, G., Onofre, T., Netz, D. J. A. & Moser, D. K. (2010). Avaliação da Integridade do fio de cabelo com a utilização de Xampu Espessado com Cloreto de Sódio ou com Hidroxietilcelulose. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Tecnologia em Cosmetologia e Estética) - Universidade do Vale do Itajaí.
² Sandhu, S. & Robbins, C.R. (1993) A simple and sensitive method using protein loss mea- surements to evaluate surface damage to human hair. J Soc Cosmet Chem 44:163–175
³ Coelho, C. S. (2013). Parabenos : convergências e divergências científicas e regulatórias. Dissertação para título de Mestre em Toxicologia Aplicada à Vigilância Sanitária. Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciências da Saúde.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...