terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Adele não lava o Cabelo? - Resposta à matéria do R7

Compartilhe:
Adele não lava o Cabelo? R7 No Poo e Low Poo


Mitos sobre No Poo - A cantora Adele  não lava o cabelo?


Bem, não poderíamos começar 2017 sem uma daquelas matérias super-informativas, embasadas e super-confiáveis. Liguem o filtro "ironia" para essa frase, pode ser?

Dessa vez o R7 fez uma lista de celebridades que - segundo eles - não lavam os cabelos.

A matéria é curtinha, mas como sempre, vamos fazer um breve comentário colocando o texto deles naquela "caixinhas" cinza para não misturar com as nossas considerações.

De Adele a Robert Pattinson: celebridades recusam xampu e já estão há mais de dez anos sem lavar o cabelo

Já começa com um título bastante chocante, não é mesmo?

O título já mostra o que vem pela frente: para o R7 se você não usa shampoo, você não lava o cabelo.

Método No Poo virou tendência e abole produtos industrializados na cabeça.

Mais de um ano depois do boom do No Poo no Brasil, ainda não somos considerados um movimento firme.

Mesmo depois de grandes marcas continuarem apostando em produtos direcionados para as rotinas No Poo e Low Poo, continuamos sendo um grupo "excêntrico" para alguns jornalistas.

As técnicas No Poo e Low Poo são sempre "tendência", "moda", "novidade"... Vamos repetir o que falamos em outro post do mesmo tipo "se você nunca ouviu falar de alguma coisa, talvez ela não seja 'novidade', talvez só seja você o mal-informado".

Já imaginou parar de uma vez por todas de lavar o cabelo com xampu? Esse hábito que faz parte da nossa vida desde a infância tem sido abolido por algumas pessoas, inclusive famosos.

Que argumento fraco esse de que é estranho deixar de fazer coisas que fazemos desde a infância. Seguindo esse raciocínio, não deveríamos parar de usar fraldas, por exemplo.

Esse hábito também faz parte da nossa vida desde a infância e (felizmente) este método é substituído por outro, menos poluente e menos agressivo para a pele que as fraldas descartáveis.

Segundo Barlow, usar xampu pela primeira vez depois de tanto tempo sem o produto foi só uma forma de mostrar que não fazia a menor diferença. Ele conta que quando tomou a decisão, só teve problema nos dez primeiros dias, quando os fios ficaram oleosos. Depois, o cabelo acostumou com o hábito.

Cabelos oleosos? Que tal contornar o efeito rebote com estes tônicos antioleosidade liberados para No Poo e Low Poo?

Barlow tem cabelos curtos e decidiu testar uma técnica chamada water only (W.O.) que propõe que o couro cabeludo é capaz de entrar em equilíbrio quando retiram-se todos os produtos usados higienização diária (shampoo, condicionador, etc).

Na técnica No Poo praticado no Brasil, o W.O. é pouco difundido. O No Poo ("brasileiro") é uma técnica que aproveita determinados preceitos de um livro famoso entre as cacheadas no exterior, escrito por Lorraine Massey chamado Curly girl¹  (O Manual da Garota Cacheada, no Brasil).

Digo que a técnica No Poo aproveita os preceitos de Massey pois as técnicas sofreram uma série de modificações em Terra Brasilis.

Exitem pessoas que fazem W.O. no Brasil, e o que podemos falar é que não só de água vive o W.O., usam-se chás adstringentes, hidrolatos, óleos essenciais e uma série de outras formas de limpeza que não envolvem cosméticos.

Mas existe toda uma corrente de No Poo que deixa de usar shampoo e apenas faz ajustes nos outros cosméticos para seguir usando condicionador, máscara, creme para pentear, leave-in, gel, spray, etc.

Entre as justificativas para deixar de usar xampu estão economia de dinheiro e diminuição do impacto ambiental causado pelos produtos químicos. Xampus sem sulfato também têm sido opções para quem quer abandonar métodos tradicionais.

É verdade que se pode diminuir impacto ambiental através da técnica No Poo, mas isso deve ser uma escolha consciente.

Economia de dinheiro a gente não tem visto muita por essas bandas (pequena crítica), é só dar um rolê nos grupos de No Poo e curtir aquelas fotos de camas cheeeeeeeias de produtos liberados.

Por algum descuido o principal motivo de entrada no No Poo não apareceu na lista do R7, que engraçado: os shampoos tradicionais ressecam desnecessariamente os fios e as pessoas que entram no No Poo estão fugindo justamento destes efeitos dos shampoos.


Ewan McGregor também já se posicionou sobre o tema e é entusiasta da escolha. Alguns especialistas internacionais, no entanto, divergem sobre a ideia.

Nossa... "especialistas internacionais", já ouviram falar deles? - Se vai contar o milagre, faz que nem o Cabeleira em Pé: conta também o santo!

O xampu não prejudica os fios e em alguns casos ainda impede a proliferação de fungos no couro cabeludo, que podem ser um problema em ambientes úmidos, como cidades litorâneas.

Como sempre, fazemos, gostaríamos de respeitosamente perguntar: Qual é a fonte desta informação de que o shampoo não prejudica os fios?

É fato demonstrado em estudo científico², que o Sodium Lauryl Sulfate (presente em praticamente todos os shampoos tradicionais vendidos no Brasil) afeta (quantitativamente) mais a perda de proteínas dos cabelos que outros surfactantes.

Partindo deste dado científico o shampoo tradicional pode sim prejudicar a estrutura dos fios, retirando a cada lavagem uma porção maior de proteínas dos nossos cabelos do que outras alternativas de higienização.

Em alguns casos, o produto tem como ser substituído por uma mistura de bicarbonato de sódio e vinagre de maçã.

Quando se faz No Poo, tem-se muito cuidado com os produtos que entram em contato com os cabelos. Dessa forma são evitados quaisquer ingredientes que possam gerar acúmulo de resíduos

Falamos mais do termo em inglês Build up neste texto em português.

Entre estes ingredientes encontram-se uma série de agentes oclusivos como silicones insolúveis em água e agentes oclusivos derivados de petróleo.

Dessa forma (como os cabelos não estão "impregnados" destes ingredientes) a limpeza é mais simples e pode ser feita de outras maneiras, a mais comum delas é a lavagem por cowash,muito menos agressiva que o shampoo ou o bicarbonado de sódio.

A limpeza com condicionadores (co-wash) é importada do método Curly Girl¹ explica que determinados tipos de condicionadores podem ser usados como alternativa para higienização do couro cabeludo.

Atenção! Nem todo condicionador pode ser usado para cowash. Descubra no link 7 dicas para escolher um condicionador para cowash.

Passo a passo de Como fazer Cowash corrtamente

Como fazer Cowash


Siga estes passos básicos:


  1. Molhe os cabelos, espalhe o condicionador liberado para cowash entre os cabelos, apenas sobre o couro cabeludo, evitando o comprimento e pontas. 
  2. Use a parte molinha dos dedos (as pontinhas) para massagear com delicadeza o couro cabeludo, nunca use as unhas. 
  3. Faça movimentos circulares (ou de vai e vem para não embaraçar), sobre toda a pele do couro cabeludo como se fizesse um cafuné, massageie bastante, por muito mais tempo do que você faria com shampoo, sempre com delicadeza.
  4. Enxágue em abundância.
  5. Verifique a necessidade de condicionar o comprimento e pontas.
  6. Obrigada! De Nada!


Que artistas e celebridades fazem No Poo?


De qualquer material lido se tira alguma informação útil (é só se esforçar).

Descobrimos que entre os praticantes de No Poo encontram-se figuras como Adele (rainha da sofrência - aquela do Hello, It's me...), Gary Barlow (da banda Take That - baladinhas dos anos 90 #saudades), Robert Pattinson (vampiro que brilha em Crepúsculo) e Ewan McGregor (de Star Wars e Trainspotting).

Quer ver outras respostas do Cabeleira em Pé à este tipo de matéria? Escolha um dos links abaixo:
__________

Referências:


¹ Bender, M. ; Massey, L. & Chiel, D. (2011). Curly Girl: The Handbook. Workman Publishing Company.
² Sandhu, S. & Robbins, C.R. (1993) A simple and sensitive method using protein loss mea- surements to evaluate surface damage to human hair. J Soc Cosmet Chem 44:163–175
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...