terça-feira, 31 de março de 2020

Hidratação com Glicerina | Umidade do Ar - Mito?

Compartilhe:
Hidratação com Glicerina - A Umidade do Ar influencia ou não

Hidratação com Glicerina e Umidade do Ar: Glicerina pode ressecar o cabelo?




Muitas pessoas, mas muitas pessoas mesmo, nos perguntam se é verdade ou mito que a glicerina depende da umidade do ar para hidratar o cabelo.

Apesar deste ser um assunto recorrente em blogs de beleza, não encontramos materiais que citassem estudos ou evidências para esta afirmação.

Para dificultar ainda mais, a grande maioria dos periódicos sobre a substância cita apenas a sua dinâmica na pele.



Isso dificulta a discussão pois os cabelos são compostos de um tecido muito diferente da pele e seria imprudente extrapolar os dados destes estudos para os cabelos.

A gente te promete que - apesar do papo ficar mais técnico daqui pra frente - a gente sempre faz de tudo pra oferecer uma linguagem bem acessível quando falamos de teorias científicas.

É importante frisar também que - por não haver material técnico específico sobre o assunto, este post não pretende ser uma resposta definitiva para esta questão.

Mantemos a abertura de sempre para discussão deste assunto, beleza?


Como funciona a Hidratação com Glicerina - depende ou não da umidade do ar
Hidratação com Glicerina:
Clique para Ampliar
Antes de mais nada: Como funciona a Glicerina?


A glicerina é uma substância amplamente utilizada em medicamentos e cosméticos em diversas funções.¹

Nos cosméticos, a glicerina é amplamente usada como umectante, ou seja, ela é usada como uma substância hidratante.

Isso porque a glicerina tem a capacidade de 'atrair' e 'prender' água - característica chama de higroscopia

Nessa função, costuma ser usada em concentração de 20% a 25%.²

Resumindo, a função da glicerina é a de hidratar: prender umidade nos cabelos.



Umidade do ar e Hidratação com Glicerina: Verdade ou Mito?


A glicerina atrai água, isso a gente já explicou anteriormente. Ela tem essa 'sede' de água porque é a partir das moléculas de água que ela se estabiliza.

Lembra das aulas de química e da professora ou professor lá na frente te dizendo que as substâncias buscam estabilidade?

Quando diluímos glicerina em água, ela 'agarra' as moléculas de água e se torna estável.

Seria necessário uma quantidade muito alta de energia para que a glicerina 'soltasse' as moléculas de água que prendeu - porque uma substância não se 'desestabiliza' à toa.

Alguns estudos tentam fazer essa separação (da glicerina ligada à água) usando enzimas, ácido e altíssimas temperaturas - por exemplo.


Hidratação com Glicerina: Como ocorre?


Hidratação com Glicerina dicas e Umidade do Ar
Hidratação com Glicerina:
Clique para ampliar
A hidratação dos cabelos não ocorre necessariamente com a glicerina 'puxando' umidade do ar.

O que se espera é que as moléculas de glicerina já ligadas com a água, mantenham a umidade junto aos fios a medida que ele seca - impedindo que parte da água dos cabelos molhados evapore.

Por isso é importante que a glicerina seja adicionada - não pura - mas na presença de bastante água, para que já entre em contato com os cabelos com as moléculas de água presas à ela, entendeu?

Um site gringo que a gente confia bastante chamado The Natural Haven, indica que se você usar glicerina em misturinhas caseiras do tipo borrifador, o uso deve começar em uma diluição de 3 partes de água para 1 parte de glicerina.

Se você não gostar do resultado, que pode ficar grudento, você vai aumentando a quantidade de água.



O outro lado da história: Hidratação com Glicerina vs. Umidade do Ar


O contra-argumento ao que descrevemos acima é o de que a hidratação com glicerina deveria ser usada apenas em climas úmidos e evitada em situações de baixa umidade do ar.

Teoriza-se que a glicerina, em ambientes secos, tiraria a umidade dos fios e 'doaria' ela para o ambiente, ressecando o cabelo.

Nosso questionamento é justamente esse: qual o processo químico que justificaria esse 'desprendimento' da glicerina em relação à água? Por que ao 'absorver' a água do cabelo ela 'soltaria' essa umidade para o ambiente?

Achamos que essa informação pode ter sido mal interpretada a partir da interação do glicerol (uma substância que é como se fosse uma glicerina não-diluída) com superfícies úmidas, onde o glicerol 'roubava' a umidade da superfície para se estabilizar, mas não havia 'doação' dessa água para o ambiente.

Caso você ainda fique com um pé atrás em relação ao uso da glicerina em clima seco, pode fazer suas hidratações no verão usando uma touca plástica e criando um ambiente úmido dentro da touca. Já no inverno, o vapor durante o banho quente cria um ambiente perfeitamente úmido.

Link Afiliado:

Glicerina: O que você acha?




Participe da discussão! Use o campo de comentários e divida com a gente as suas experiências com a glicerina.

Já sentiu algum ressecamento usando essa substância? Acha que a umidade do ar pode ter a ver com isso?

Costuma fazer receitinhas caseiras de hidratação com glicerina? Qual a sua misturinha favorita?

Lembre que em qualquer situação glicerina ama água então na hora de aplicá-la nos fios não esqueça de criar um ambiente super-hiper-mega molhado!

Não deixe de interagir conosco na sua rede social favorita: 

__________

Referências


¹ Rowe, R. C., Sheskey, P. J., Owen, S. C., & American Pharmacists Association. (2009). Handbook of pharmaceutical excipients. APhA/Pharmaceutical Press.
² Knowlton, J., & Pearce, S. (n.d.). Handbook of cosmetic science and technology. Elsevier.