sábado, 7 de setembro de 2019

Resenha Dream Shampoo da Lola (Low Poo)

Compartilhe:
Resenha Dream Shampoo Lola - Liberado para Low Poo
Dream Shampoo - Lola - Recebido da loja Dermabox

Lola Dream Shampoo - Resenha do Cabeleira em Pé




Um dos produtos mais conhecidos da Lola Cosmetics é o Dream Cream, uma máscara de tratamento com ingredientes das três etapas do cronograma capilar indicada - nas palavras da própria Lola - para cabelos com grande problemas, ou para quem quer evitá-los.

A máscara já não é filha única, com a chegada do Dream Shampoo, a Lola passa a ter uma linha "Dream" com uma probabilidade grande de ganhar outras adições no futuro.

Foi através da Dermabox Cosméticos que a gente recebeu o Dream Shampoo e se você ainda não conhece, a loja tem todo o portfólio da Lola, incluindo produtos para pele, além de ser a única loja online que trabalha com a Oh Maria! - a linha de make vegana da Lola.

Se você já usou o Dream Cream e quer saber mais sobre o Dream Shampoo, ou não conhece nenhum dos dois ainda, vem com a gente que a resenha está recheada de informações sobre esse shampoo.

Vamos falar de pH, embalagem, se o produto é liberado para Low Poo,  se ele é vegano, ingredientes da composição, qual o modo de usar o shampoo, fotos do resultado (com antes e depois), e onde comprar.

Bateu a curiosidade? Então continua rolando aí a tela para baixo e acompanha todas as informações nessa resenha do Dream Shampoo.


pH: 3,5 - 5


Lola afirma que seus produtos são fabricados em uma faixa de pH igual ou superior a 3,5 e igual ou inferior a 5.

Faixas acídicas de pH - pH ácido é aquele abaixo de 7, lembra das aulas de química? - costumam impactar a aparência dos fios, deixando-os - por exemplo - mais brilhantes.¹

Outro ponto interessante no tratamento de cabelos em faixas levemente ácidas, é que o inchaço provocado pela água durante a lavagem também é diminuído nestes pHs mais baixinhos.¹, ²

Descubra alguns Mitos sobre o pH dos Shampoos.

Produto vegano liberado para Low Poo em novembro/2018


Shampoo sem Sulfato Lola - Resenha do Dream Shampoo
A Lola é uma marca brasileira com portfólio 100% vegano de produtos para pele e cabelos.

Tratamos o tema do veganismo com muito respeito e não usamos o termo vegano de forma flexível. O Dream Shampoo é livre de ingredientes de origem animal, não foi testado (e nem teve insumos testados) em animais. A conduta da empresa também é coerente com a ética vegana.

O Dream Shampoo não tem surfactantes (detergentes) sulfatados nem similares e por isso é liberado para técnica Low Poo.

No Low Poo evita-se o uso de shampoos tradicionais (que contenham surfactantes agressivos) e os demais produtos da rotina são livres de "petrolatos" (ingredientes oclusivos derivados de petróleo).


Embalagem


O frasco usado no Dream Shampoo segue o padrão das embalagens de higienizadores da Lola.

Uma garrafinha retangular, com as bordas arredondadas, feita em plástico fosco de cor branca.

A tampa, laranjada, também em plástico, é de rosca e "sai" completamente depois de desrosqueada, com meia volta você já consegue abri-la.

As embalagens da Lola tem selo EuReciclo que atesta a logística reversa de reciclagem de plástico na mesma quantidade de frascos produzida.

O Dream Shampoo tem 250ml.



Composição Lola Dream Shampoo - Ingredientes


A gente sempre se debruça sobre os ingredientes quando faz resenhas aqui no Cabeleira em Pé.

As formulações cosméticas são mais do que apenas a soma dos seus ingredientes, mas como os produtos que a gente resenha não foram feitos por nós, os ingredientes nos dão - ao menos - uma pista do que aquele produto oferece.

No caso do Dream Shampoo, a Lola escolheu como surfactantes (os ingredientes responsáveis pela limpeza nos shampoos) o Lauryl Glucoside, o Disodium Laureth Sulfosuccinate, o Coco-Glucoside e a Cocamidopropyl Betaine.

Os poliglucosídeos (os que terminam com a palavra glucoside) são detergentes não-iônicos (isso quer dizer que eles não tem grupo polar) que apesar de oferecerem uma limpeza satisfatória, o fazem de uma forma suave. ³ Os poliglucosídeos são usados inclusive em shampoos detox⁴ e aparecem cada vez com mais frequência nas fórmulas da Lola pois são de origem 100% vegetal.⁴

O Disodium Laureth Sulfosuccinate por sua vez é um sulfosuccinato aniônico - tem carga negativa - oferecendo assim uma capacidade de limpeza maior que um detergente não-iônico, usado às vezes em formulações para cabelos oleosos.³ Esse surfactante também tem baixo potencial de irritabilidade, sendo usado com frequência em produtos infantis.⁴

A terceira classe de surfactantes desse shampoo é a dos anfóteros, representada pela Cocamidopropyl Betaine, um ingrediente que agrega suavidade e boa detergência podendo oferecer características condicionantes para a fórmula.³





Shampoo Vegano Lola Dream Shampoo - Resenha
O Polyquaternium-10 é um ingrediente presentem muitos shampoos, mas que ele oferece para os nossos cabelos?

Quando a gente lava o cabelo, é normal que os fios se embaracem, por estarem molhados, em função da carga aniônica envolvida na lavagem, pela fricção... O Polyquaternium-10 ajuda a desembaraçar e trazer aquele efeito dos condicionantes catiônicos em formulações de limpeza. ⁴

Outro ingrediente que ajuda a diminuir possíveis sensações desagradáveis do shampoo é o PEG-120 Methyl Glucose Dioleate, que além de aumentar a viscosidade do produto, ainda reduz a irritação que ocorre com alguns detergentes usados em shampoos.⁵

Para oferecer uma hidrataçãozinha temos ingredientes higroscópicos como a glicerina e o extrato de babosa⁶ que atraem e prendem umidade nos fios.


A fórmula ainda conta com agentes emolientes para "amaciar" os fios como Caprilyl Gicol e óleo de argan - que também age como sobreengordurante.

Outro ingrediente de origem natural é a proteína de arroz hidrolisada.

Transcreveremos abaixo a composição completa do Dream Shampoo, conforme apresentada na embalagem.

Ingredientes que não agem diretamente nos fios como fragrância e conservantes são riscados (assim), mas apenas a título de foco, estes ingredientes estão presentes na fórmula por motivos importantes como sua estabilidade, segurança e para oferecer para a gente experiência de uso bacana.

A transcrição, apesar de seguir a ordem literal do rótulo, omite os entrefixos "(and)" de ingredientes pré-misturados.

Se você gostaria de saber mais sobre algumas das classes de ingredientes, oferecemos alguns links onde se pode aprender outras informações gerais sobre certas classes de substâncias.



Ingredientes Dream Shampoo Lola


Ingredientes da composição do Dream Shampoo da Lola
Aqua: Água.

Lauryl Glucoside: Surfactante não-iônico. Cauda com 18 carbonos.

Aloe Barbadensis Leaf Extract: Extrato de aloe vera (babosa). Umectante.

Polyquaternium-10Agente Condicionante. Formador de filme.

Glycerin: Umectante.

Argania Spinosa Kernel: Óleo de Argan.

Disodium Laureth Sulfosuccinate: Surfactante aniônico. Cauda de 24 carbonos.

Coco-Glucoside: Surfactante não-iônico. Cauda com 16 carbonos.

Glyceryl Oleate: Emulsificante.

Hydrolyzed Rice Protein: Proteína hidrolisada de arroz.

PEG-120 Methyl Glucose Dioleate: Espessante e redutor de irritação.

Cocamidopropyl Betaine: Surfactante anfótero. Cauda com 19 carbonos.

Caprylyl GlycolEmoliente.

Phenoxyethanol: Fragrância. Conservante.
Citric Acid: Regulador de pH.
Fragrance/Parfum: Fragrância.
Hidroxycitronellal: Fragrância.
Linalool: Fragrância.
d-Limonene: Fragrância.


Aparência geral (Textura, cor e cheiro) 


O Dream Shampoo tem uma cor branca não-perolada, linda!

A textura é viscosa a ponto de formar "fio" e a espuma é uma das mais cremosas que já experimentei em shampoos sem sulfato. Densa, elástica e muito cremosa. Um sensorial muito bacana!

A gente costuma descrever o cheiro tentando não usar outro produto como referência mas com o Dream Shampoo essa comparação é inevitável. É um cheiro de infância, de chiclete Bubaloo laranja.

Oh! Maria - Clique aqui e conheça a linha de make da Lola.

Como usar o Dream Shampoo


A indicação da Lola é que o Dream Shampoo seja aplicado nos cabelos úmidos.

Com as pontas dos dedos (sem usar as unhas, viu?) massageie pequenas quantidades até conseguir espalhar o shampoo na cabeça toda.

Enxágue e, se achar necessário, repita a operação.


Resultado Dream Shampoo Lola (antes e depois)


Dream Shampoo - Lola Cosmetics - Resultado (Antes e Depois)



Já falamos um pouco da experiência geral com o produto o campo de textura, já que esse - para a gente - é um dos pontos altos deste shampoo, a experiência com ele no banho é muito gostosa.

Testamos com uma aplicação só (sem repetir) tendo bons resultados, a limpeza é bem bacana.

Os cabelos e couro cabeludo ficam limpos e os fios ficam soltinhos, sem turbinar muito o volume.

No antes e depois é possível perceber justamente essa limpeza sem agregar volume.

Marie Kondo: antes e depois - Organizando cosméticos com o método ensinado na série Ordem na casa da Netflix.

Onde comprar o Dream Shampoo e o Dream Cream da Lola?


Onde encontrar para comprar Shampoo Dream Cream da Lola - resenha
A Lola tem lojas conceito em diversas cidades do Brasil.

Mas você não precisa nem sair de casa para comprar todas as novidades da marca porque a Dermabox Cosméticos recebe todos os lançamentos da Lola praticamente em primeira mão.

Por isso, se você é lolete/lolito - já tem que estar seguindo as redes sociais da Dermabox pra ficar por dentro de tudo que a Lola lança.

Se você não conhece a Derma, os produtos são identificados na loja virtual com etiquetas que destacam se o produto é liberado ou não e para qual técnica.

Você ainda ganha brindes super-fofos em todas as compras e você já descobre no próprio carrinho de compras qual vai ser o brinde que estará na sua caixinha.


__________

Referências


¹ Kumar, A. & Mali, R. R. (2010). Evaluation of prepared shampoo formulations to compare formulated shampoo with marketed shampoos. International Journal of Pharmaceutical Sciences Review and Research v03 e01.
² Masukawa, Y. ; Narita, H. & Imokawa, G. (2005). Characterization of the lipid composition at the proximal root regions of human hair. Journal of Cosmetic Science ed. 56 v. 1. pp. 1-16
³ Draelos, Z. D. (2005). Hair care : an illustrated dermatologic handbook. London/New York: Taylor & Francis.
⁴ Cornwell, P. A. (2017). A review of shampoo surfactant technology: Consumer benefits, raw materials and recent developments. International Journal of Cosmetic Science, 16–30. https://doi.org/10.1111/ics.12439
⁵ Fagron Brasil. (2018). GlucamateTM DOE-120. Retrieved from https://br.fagron.com/sites/default/files/glucamate_doe_120_mt_jul-18.pdf
⁶ Dal’Belo, S. E., Rigo Gaspar, L., & Berardo Gonçalves Maia Campos, P. M. (2006). Moisturizing effect of cosmetic formulations containing Aloe vera extract in different concentrations assessed by skin bioengineering techniques. Skin Research and Technology, 12(4), 241–246. https://doi.org/10.1111/j.0909-752X.2006.00155.x